ISSN (on-line): 2177-9465
ISSN (impressa): 1414-8145
Escola Anna Nery Revista de Enfermagem Escola Anna Nery Revista de Enfermagem
COPE
ABEC
BVS
CNPQ
FAPERJ
SCIELO
REDALYC
MCTI
Ministério da Educação
CAPES

Notícias

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem completa 20 anos

Nos dias 29 e 30 de novembro de 2017, no espaço do X SINPEn, estaremos celebrando os 20 anos da...

Informação 1

A Escola Anna Nery Revista de Enfermagem está filiada ao Committee on Publication on Ethics (COPE)

Informação 3

Taxas de Publicação e Tradução de Artigos
Mais Notícias

Volume 12 , Número 1 , Jan/Mar - 2008

EDITORIAL

1  - 85 anos no ensino da enfermagem brasileira

Maria Antonieta Rubio Tyrrell; Antonio José de Almeida Filho

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(1): 09-11

Download

 

FAC-SÍMILE

2  - A enfermagem e o progresso social do Brasil

Tânia Cristina Franco Santos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(1): 12-18

Download

 

PESQUISA

3  - Amamentação de prematuros em uma unidade neonatal: a vivência materna

Fernanda da Rocha Gorgulho; Sandra Teixeira de Araújo Pacheco

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(1): 19-24

Resumo Download

Trata-se de um estudo qualitativo, cujos objetivos foram: identificar as dificuldades maternas em amamentar/aleitar seu filho prematuro em uma Unidade Neonatal (UN), tomar conhecimento de se essa mãe se sente estimulada a amamentar seu filho prematuro nesse ambiente e descrever como essa mãe está vivenciando a amamentação de seu filho prematuro em uma UN. O cenário foi uma Unidade Neonatal localizada no Rio de Janeiro. Os sujeitos foram oito mães de prematuros. O instrumento de coleta foi a entrevista semi-estruturada, realizada nos meses de fevereiro e março de 2006. A análise foi fundamentada na técnica de conteúdo de Bardin. Emergiram cinco categorias: vivenciando uma nova e difícil experiência ao amamentar; tendo dificuldade na ordenha; tendo dificuldade em cumprir os horários das mamadas; sentindo-se apoiada pelos profissionais de saúde; e sentindo-se excessivamente orientada por esses profissionais. O estudo nos aponta a necessidade de voltarmos nosso olhar para as dificuldades maternas de acordo com suas próprias demandas, interferindo o menos possível na relação mãe e filho.

Palavras-chave: Neonatologia. Prematuros. Aleitamento Materno. Recém-nascido

 

4  - Perfil dos óbitos infantis no município do Rio de Janeiro segundo peso ao nascer, no ano de 2002

Rejane Burlandi de Oliveira; Enirtes Caetano Prates Melo; Virginia Maria de Azevedo Oliveira Knupp

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(1): 25-29

Resumo Download

A taxa de mortalidade infantil é considerada síntese da qualidade de vida e do nível de desenvolvimento de uma população, e o peso ao nascer representa o fator de risco que mais influencia a sobrevivência infantil.
OBJETIVO: analisar a mortalidade infantil segundo a distribuição espacial do peso ao nascer nas áreas de planejamento do Município do Rio de Janeiro, em 2002.
MÉTODOS: Fonte de dados do Sistema de Informação de Mortalidade (SIM) segundo peso ao nascer, no Município do Rio de Janeiro, ano de 2002. Na Zona Oeste, encontramos concentrações de altas taxas de óbitos infantis, em todas as faixas de peso analisadas. Os resultados mostraram que esforços devem ser dirigidos no sentido de garantir o acesso da gestante e do recém-nascido aos serviços de saúde, assegurando uma assistência obstétrica e neonatal adequada no Município do Rio de Janeiro, que propicie condições para uma gestação e nascimentos seguros.

Palavras-chave: Mortalidade Infantil. Peso ao Nascer. Serviços de Saúde da Criança. Sistemas de Informação

 

5  - Existencialidade da criança com AIDS: perspectivas para o cuidado de enfermagem

Cristiane Cardoso de Paula; Maria da Graça Oliveira Crossetti

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(1): 30-38

Resumo Download

Este artigo objetiva apresentar reflexões acerca do cuidado de Enfermagem que emergiram da dissertação de mestrado "Encontro de cuidado, vivido e dialogado, da equipe de Enfermagem com o ser-criança que convive com AIDS", que buscou compreender o significado deste cuidado sob o olhar da Teoria de Enfermagem Humanística de Paterson e Zderad. Constituiuse em um estudo qualitativo-fenomenológico com análise hermenêutica. Desvelou-se a existencialidade da criança com AIDS: seres de relação com os outros e com o mundo, fazendo destaque ao mundo do cuidado, que possuem singularidade marcada pela temporalidade e historicidade, que têm familiares que cuidam e que necessitam de cuidados. Concluiu-se que, no encontro genuíno do cuidado de Enfermagem, faz-se essencial a compreensão da existencialidade dessa criança e de sua família como unidade de cuidado, vislumbrando o estar-melhor na relação intersubjetiva de presença e respeito.

Palavras-chave: Cuidado da Criança. Cuidados de Enfermagem. Teoria de Enfermagem. Síndrome da Imunodeficiência Adquirida

 

6  - Distribuição do parto vaginal e da cesariana no município do Rio de Janeiro no período de 2001 a 2004

Virginia Maria de Azevedo Oliveira Knupp; Enirtes Caetano Prates Melo; Rejane Burlandi de Oliveira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(1): 39-44

Resumo Download

O parto vaginal é um processo natural que acontece por si mesmo, não necessitando da intervenção de terceiro. A cesariana é uma intervenção médica sobre um processo que a natureza resolve e regula sem artifícios. O objetivo desse estudo é analisar a distribuição do parto vaginal e da cesariana no Município do Rio de Janeiro no período de 2001 a 2004 e estudálos segundo as variáveis: raça da parturiente, área de planejamento de residência, local de ocorrência, natureza jurídica do hospital, faixa etária, estado civil e escolaridade da mãe, consulta pré-natal e Apgar no 1º minuto. Estudo descritivo de base populacional, que analisou as Declarações de Nascidos Vivos do Município do Rio de Janeiro em 2001 a 2004 através do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos. As altas taxas de cesariana foram observadas nas regiões com maior poder econômico, instituições privadas, em mulheres acima de 35 anos, em casadas e com maior escolaridade.

Palavras-chave: Enfermagem Obstétrica. Saúde da Mulher. Sistemas de Informação. Saúde Coletiva

 

7  - Repercussões da episiotomia sobre a sexualidade

Jane Márcia Progianti; Luciane Marques de Araújo; Ricardo José Oliveira Mouta

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(1): 45-49

Resumo Download

O estudo visa descrever as sensações vivenciadas pelas mulheres durante a realização da episiotomia e analisar as repercussões desta prática sobre sua sexualidade. É de natureza qualitativa e foi realizado com dez mulheres em uma maternidade pública da Secretaria Municipal de Saúde da Cidade do Rio de Janeiro, de setembro a dezembro de 2005. Os dados foram obtidos através da entrevista semi-estruturada, e os depoimentos foram categorizados seguindo as técnicas da análise de conteúdo. As sensações vividas pelas mulheres durante o procedimento estão associadas ao trauma por serem dolorosas, provocadas por agentes externos à sua fisiologia corporal e sem o seu consentimento prévio. A episiotomia afetou a sexualidade das mulheres por interferir em seus par tos, em suas relações sexuais e familiares. Concluímos que, por ser a episiotomia uma violação dos direitos sexuais e reprodutivos das mulheres, tornase imprescindível que as enfermeiras realizem a proteção perineal como prática incorporada.

Palavras-chave: Episiotomia. Sexualidade. Saúde da Mulher. Saúde Reprodutiva

 

8  - Representação social do trabalho em equipe na atenção à mulher sob a ótica da enfermeira

Cássia Barbosa Reis; Sônia Maria Oliveira Andrade

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(1): 50-56

Resumo Download

Na assistência à saúde da mulher, a realidade obser vada é de um atendimento fragmentado. Neste sentido, o estudo tem por objetivo conhecer a representação social das enfermeiras sobre o trabalho em equipe na assistência à mulher na rede básica. Foram realizadas entrevistas com enfoque qualitativo, baseadas na Teoria das Representações Sociais e analisadas através do Discurso do Sujeito Coletivo. Os resultados são apresentados em forma de discursos, tendo como eixo o sentido da equipe para a enfermeira. Esta tem uma visão fragmentada da assistência à saúde da mulher, ainda pautada nas queixas físicas; diz que trabalha em equipe, mas percebe que os profissionais não têm o mesmo objetivo e trabalham de forma individualizada. Ainda que perceba ser um elo de ligação entre os profissionais e os pacientes, sente que existe uma disputa de espaço/poder entre os profissionais.

Palavras-chave: Saúde da Mulher. Equipe de Assistência ao Paciente. Assistência à Saúde

 

9  - Modos de sentir e aprender entre mulheres em um projeto de educação popular em saúde

Elizabeth Teixeira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(1): 57-62

Resumo Download

Apresenta-se um recorte de pesquisa institucional de avaliação das repercussões do projeto de extensão no cotidiano de todas as participantes. Apóia-se nos conceitos de comunidade aprendente, saber cuidar, compartilhamento de saberes. O objeto constitui-se dos modos de aprender e sentir de mulheres participantes de um projeto de extensão em educação popular em saúde, desenvolvido entre 2004 e 2006 na ilha de Caratateua, Belém. Pesquisa qualitativa que entrevistou quinze mulheres em 2005 e utilizou o método do discurso do sujeito coletivo. Os discursos coletivos revelam intensa associação entre o cognitivo e o afetivo; indicam que as práticas educativas pautadas nos círculos de diálogos promovem repercussões no cotidiano de vida das participantes e apontam mudanças de comportamentos cuidativos no saber cuidar. Conclui-se que o projeto favoreceu não só travessias de saberes, mas uma (com) vivência de afetos, que definiu a permanência no projeto e marcou os modos de sentir e aprender para produzir saúde.

Palavras-chave: Atenção à Saúde. Educação em Saúde. Saúde da Mulher. Educação em Enfermagem

 

10  - Autocuidado de mulheres na etapa da menopausa em Toluca, México

María Dolores Martínez Garduño; Teresita de Jesús Escobar Chávez Catalina Soriano Reyes

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(1): 63-67

Resumo Download

A mulher na menopausa está exposta a fatores de risco que diminuem com o autocuidado. O objetivo foi identificar práticas de autocuidado na menopausa. Estudo quantitativo, exploratório, com mostra de probabilidade aleatória simples, utilizando EPI INFO 2000, com 95% limite de confiança, 5% máximo de erro, com 354 mulheres. Foi observado déficit de autocuidado principalmente em hábitos alimentares, notando sobrepeso e obesidade (27%); o ruído é o fator que interfere no sono, a média de sono foi de 5 a 7 horas; 40% não realiza exercício; 17,9% não realiza exame para câncer cervical uterino, 37,7% não pratica auto exame da mama, sem seguro social. 52,3% só procuram médico quando estão doentes. As manifestações freqüentes no climatério são sangramentos irregulares, sufoco, cansaço e falta de libido. Não existe informação suficiente neste grupo de mulheres, sendo a enfermeira quem deve assumir a função de educadora de saúde.

Palavras-chave: Enfermagem. Saúde da Mulher. Menopausa. Autocuidado

 

11  - A investigação científica no curso de enfermagem: uma análise crítica

Iací Proença Palmeira; Mirta Betancourt Rodriguéz

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(1): 68-75

Resumo Download

Pesquisa qualitativa que objetivou diagnosticar a formação de habilidades investigativas no Curso de Enfermagem da Universidade do Estado do Pará em 1999. A amostra foi de 42 alunos e 10 professores. Para a coleta de dados, foram utilizados a entrevista semi-estruturada e o questionário, cujas respostas foram submetidas à análise de conteúdos, gerando duas categorias temáticas. Os resultados demonstraram que o curso não propicia o desenvolvimento das aptidões investigativas, porque os alunos não são motivados; o ensino é tecnicista e não ressalta o componente investigativo; os trabalhos realizados pelos alunos são desprovidos de rigor científico; e a maioria dos professores apresenta inconsistente formação científico-investigativa para aplicar técnicas de ensino-aprendizagem que possibilitem seu alcance. Concluiu-se que as habilidades investigativas constroem-se em múltiplas vias, sendo necessário, em primeiro lugar, explorar e estimular o gosto pela investigação nos professores e nos alunos, para que essa atividade converta-os em eternos aprendizes da prática investigativa.

Palavras-chave: Pesquisa. Enfermagem. Motivação. Educação

 

12  - Modelo de registro padronizado do discurso: proposta metodológica para sistematização de entrevistas em pesquisas qualitativas

Zeina Hassen Mustafa; Dirce Guilhem; Elioenai Dornelles Alves

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(1): 76-83

Resumo Download

A pesquisa qualitativa é considerada uma forma inovadora de apreensão da realidade. Persiste a necessidade de aprimoramento dos métodos utilizados para realizar as entrevistas e, principalmente, do modo de sistematizar e de analisar depoimentos densos e complexos. Consideradas as dificuldades técnicas e operacionais que os métodos qualitativos tendem a gerar, apresenta-se uma proposta metodológica denominada Modelo de Registro Padronizado do Discurso, que objetiva encontrar uma lógica estrutural que sistematize a construção das entrevistas. Para demonstrar a aplicação da técnica, apresenta-se, como exemplo, o registro de discursos de três entrevistados em um projeto de pesquisa no qual esta técnica foi utilizada. Pode-se observar o desdobramento de suas três fases operacionais - construção de um roteiro, formulário de registro do discurso e construção do texto das entrevistas -, o que nos leva a concluir que esse processo proporciona um modelo padronizado de construção das entrevistas que facilita o registro e a análise dos dados.

Palavras-chave: Pesquisa Qualitativa. Metodologia. Apresentação de Dados. Entrevistas

 

13  - O cuidado à pessoa traqueostomizada: análise de um folheto educativo

Ana Angélica de Souza Freitas; Ivone Evangelista Cabral

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(1): 84-89

Resumo Download

O estudo descritivo com abordagem qualitativa teve como objetivos identificar e analisar os recursos de comunicação expressos pelo folheto educativo para mediar conteúdos sobre o cuidado à pessoa traqueostomizada. A análise de enunciação proposta por Bardin subsidiou a elaboração do instrumento de coleta de dados. A análise temática levou à identificação de duas categorias: condições de produção da palavra e rodeio pela enunciação. Os recursos de comunicação empregados no folheto atendem em par te as necessidades de aprendizado do leitor. Embora os assuntos sejam apresentados na forma de perguntas, pressupondo um paciente vir tual com dúvidas, as respostas são mediadas por linguagens ambíguas (popular e científica). Iniciativas de produção de materiais educativos, que incorporem o paciente como sujeito do conhecimento em situação real, e não vir tual, facilitam a mediação de conteúdos, pois a linguagem fica mais próxima do entendimento do leitor e mais aderente à sua realidade.

Palavras-chave: Enfermagem. Educação em Saúde. Materiais de Ensino. Traqueostomia

 

14  - Práticas de cuidado em relação à dor: a cultura e as alternativas populares

Maria de Lourdes Denardin Budó; Darielli Gindri Resta; Janete Maria Denardin; Lúcia Beatriz Ressel Zulmira Newlands Borges

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(1): 90-96

Resumo Download

Pesquisa com abordagem qualitativa cujo objetivo foi detectar práticas de cuidados relacionados à presença de dor em usuários do Sistema Único de Saúde. A coleta de dados concentrou-se em entrevistas com 60 adultos, 34 pertencentes a ambulatório de hospital público e 26 à unidade básica de saúde. Foi realizada análise temática. Observou-se hierarquia de valores relativa ao cuidado em que a mulher aparece como principal cuidadora. A rede familiar é acionada predominando o gênero feminino no cuidado caseiro. A continuidade do itinerário terapêutico ocorre com uso de remédios caseiros, apoio familiar e vizinhança. Recorrem também a Deus e automedicação. O serviço de saúde é procurado após tentativas caseiras. Esse itinerário pode levar algum tempo em que as pessoas convivem com a dor. A pesquisa revela teia complexa de sentimentos e significados que interage com o ambiente sócio-cultural. Conclui-se sobre a importância dos profissionais conhecerem alternativas de cuidado contextualizadas aos usuários.

Palavras-chave: Cuidado de Enfermagem. Enfermagem. Dor. Cultura. Terapias Complementares

 

15  - Diagnóstico da enfermagem na saúde física de pré-escolares em uma comunidade mexicana

Patricia Cruz Bello; Patricia Becerril Amero; Sandra Maricela Martínez Alvarado

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(1): 97-101

Resumo Download

As condições de vida do ser humano têm sofrido transformações na sociedade e na saúde dos grupos etários. O indivíduo expõe as práticas de saúde em concordância com seus padrões culturais e a influência das redes sociais. Este estudo identificou a saúde física de pré-escolares em uma comunidade do município de Toluca, México. Foram entrevistados pré-escolares contando com autorização e presença dos pais. As doenças identificadas foram as infecções respiratórias agudas, infecciosas e gastrointestinais e subnutrição, com fatores predisponentes de práticas de higiene pessoal e ambiental deficientes, entre outras. Os padrões da saúde funcional de Gordón foram utilizados, e foram estruturados os diagnósticos da enfermagem, sendo os mais relevantes: os conhecimentos deficientes para a melhora da percepção do controle da saúde e prevenção da doença, relacionados com a deficiente informação que recebem de seus pais e professores. Propõem-se mudanças nos programas da instrução para a saúde, favorecendo a prevenção, o controle, o tratamento e a referência aos serviços da saúde.

Palavras-chave: Diagnóstico de Enfermagem. Pré-escolar. Saúde

 

16  - Conflito gerado pela designação de enfermeiras para direção hospitalar: uma visão jornalística

Danelia Gómez Torres; Joséte Luzia Leite; Maria Aparecida Vasconcelos Moura

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(1): 102-107

Resumo Download

O artigo de pesquisa apresenta um conflito de transcendência nacional gerado pela designação de enfermeiras para diretoras de hospitais públicos em duas instituições chilenas, na visão dos jornalistas. Tem por objetivos realizar uma análise crítica do impacto político-social da tomada de poder das enfermeiras durante a gestão hospitalar e discutir as intervenções dos diferentes grupos com base numa reflexão científica do poder, apresentando as posições políticas trabalhistas dos diferentes atores sociais na opinião dos jornalistas. Justifica-se a pesquisa pela magnitude do problema em estudo. Assinalamos que este conflito é ilustrativo dos problemas reais que afetam o sistema de administração pública de saúde, ratificando, assim, o corporativismo do grupo médico que pressiona permanentemente para manter o poder dos hospitais públicos em mãos de seus membros, manifestando reações da nãoaceitação ao ingresso de outras profissões na função diretiva.

Palavras-chave: Enfermeiras. Gerência. Administração Hospitalar. Jornalismo

 

17  - Uma nova enfermagem psiquiátrica na universidade do Brasil nos anos 60 do século XX

Maria Angélica de Almeida Peres; Ieda de Alencar Barreira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(1): 108-114

Resumo Download

Estudo histórico-social sobre a implantação de um modelo de enfermagem psiquiátrica, pela Escola Ana Nery (EAN), no Instituto de Psiquiatria da Universidade do Brasil (IPUB). O marco inicial corresponde à contratação de uma professora da escola como chefe do serviço de enfermagem do IPUB, em 1962, e o marco final, à inclusão das enfermeiras como integrantes da equipe de saúde do IPUB, em 1963.
OBJETIVOS: descrever a situação da enfermagem psiquiátrica no IPUB; analisar as estratégias adotadas na reforma da enfermagem; discutir a importância desse saber/poder da enfermagem.
REFERENCIAL TEÓRICO: conceitos de Michel Foucault.
FONTES: documentos escritos, depoimentos orais e bibliografia.
RESULTADOS: as estratégias utilizadas foram de natureza política, técnica e administrativa; suas condições de possibilidade foram dadas pela acumulação de cargos (docente e assistencial). A consolidação do novo modelo, ampliado para outras escolas, tornou a EAN/IPUB centro de difusão de saber da enfermagem psiquiátrica no Brasil.

Palavras-chave: Enfermagem Psiquiátrica. História da Enfermagem. Ensino

 

18  - A enfermagem de saúde pública no Distrito Federal: a influência do relatório Goldmark (1923 A 1927)

Mary Ann Menezes Freire; Wellington Mendonça de Amorim

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(1): 115-124

Resumo Download

Estudo histórico-social, embasado na análise documental. Investiga as influências do Relatório Goldmark na organização da enfermagem de saúde pública, após o processo da Reforma Carlos Chagas, de 1923 a 1927.
OBJETIVOS: identificar as circunstâncias em que se deram as primeiras propostas para organizar a enfermagem de saúde pública durante a Reforma Carlos Chagas; analisar as implicações do Relatório Goldmark para a organização do saber e do fazer na enfermagem de saúde pública, na Capital da República, na década de 1920. Podemos citar como uma das implicações do Relatório Goldmark na organização da enfermagem de saúde pública no Distrito Federal a alteração do Standard Curriculum, adotado pela Escola de Enfermagem do Departamento Nacional de Saúde Pública, diante de uma de suas questões centrais, que procurou produzir um equilíbrio no ensino teórico-prático, o que provocou reflexos no saber e no fazer das enfermeiras de saúde pública.

Palavras-chave: História da Enfermagem. Saúde Pública. Política de Saúde

 

19  - Papéis de autocuidado: subsídios para enfermagem diante das reações emocionais dos portadores de diabetes Mellitus

Carlos Victor dos Santos Filho ;Wilma Helena Carvalho Rodrigues ; Rita Batista Santos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(1): 125-129

Resumo Download

O artigo foi elaborado a partir do estudo dos resultados de duas dissertações de mestrado (Estudo 1 e 2) e de uma tese de doutorado (Estudo 3). Foram identificadas reações emocionais comuns e freqüentes nos portadores de diabetes mellitus (DM), que comprometem o desempenho dos papéis de autocuidado. Teve como objetivos: apresentar as reações emocionais identificadas em portadores de DM tipo 1 e 2 e discutir as interferências das reações emocionais para desempenho dos papéis de autocuidado. Dos resultados, emergiram as categorias de reações emocionais: medo, raiva/ revolta, tristeza, depressão e estresse/ansiedade. Evidenciou-se ser a DM uma doença que, independente do tipo e da faixa etária, causa um impacto negativo biopsicossocial. Concluiu-se que há necessidade de uma abordagem mais ampla para a relação entre as reações emocionais e o desempenho das ações de autocuidado dos portadores de DM.

Palavras-chave: Diabetes Mellitus. Autocuidado. Enfermagem

 

20  - Desenvolvimento de instrumento de coleta de dados de enfermagem para pacientes com câncer de pulmão em quimioterapia ambulatorial

Anita Moda Salvadori ; José Luiz Tatagiba Lamas ; Cláudia Zanon

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(1): 130-135

Resumo Download

O câncer é um grave problema de saúde pública, e, dentre suas variedades, há o câncer de pulmão, que vem crescendo na população brasileira e mundial. A principal causa do câncer de pulmão é o tabagismo. Há três formas de tratamento: cirurgia, radioterapia e quimioterapia; para essa patologia a mais utilizada é a terceira. A enfermeira deve estar apta a lidar com as dificuldades desses pacientes, que durante o tratamento ambulatorial manifestam em seus domicílios efeitos colaterais. Os objetivos desta pesquisa são elaborar um instrumento de coleta de dados para pacientes com câncer de pulmão em quimioterapia ambulatorial e avaliar a validade de seus conteúdos e sua confiabilidade. Teve como guia a teoria do autocuidado de Dorothea Orem. Para sua validação, o instrumento foi primeiramente avaliado por juízes; após isso, foram realizados o pré-teste e o teste de confiabilidade pelo método da equivalência entre observadores. O instrumento se demonstrou confiável, considerando aquilo que se pretendia medir.

Palavras-chave: Processos de Enfermagem. Autocuidado. Quimioterapia. Neoplasias Pulmonares

 

21  - Práticas discursivas e o silenciamento do doente mental: sexualidade negada?

Francisco Arnoldo Nunes de Miranda ; Antonia Regina Ferreira Furegato ; Dulcian Medeiros de Azevedo

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(1): 136-142

Resumo Download

O estudo teve por objetivo identificar as Representações Sociais dos profissionais enfermeiros sobre a sexualidade do doente mental. Trata-se de uma pesquisa de natureza exploratório-descritiva, com abordagem qualitativa. Utilizou-se o recurso técnico-metodológico denominado Técnica de Investigação em Situações Cotidianas (TSC), aplicado aos 17 enfermeiros que trabalhavam em serviços psiquiátricos de Ribeirão Preto/SP. Através das manifestações discursivas, verificou-se que o profissional enfermeiro nega a sexualidade do doente mental, como uma forma de silêncio, estabelecendo limites para a censura sobre essa questão. Nesta perspectiva, ocorre o silenciamento sobre a sexualidade do doente mental, estabelecendose uma política do sentido sobre o mesmo. Tal posicionamento revela a estratégia adotada sobre esse saber e poder, cumprindo as determinações do seu estatuto profissional que é ir ao encontro às expectativas institucionais e sociais.

Palavras-chave: Saúde Mental. Sexualidade. Pessoas Mentalmente Doentes. Enfermagem Psiquiátrica. Pesquisa Qualitativa

 

REFLEXÃO

22  - Quando a história encontra o corpo: interface entre os "deslocamentos" foucautianos e a iconoclastia kafkiana

Nei Antonio Nunes

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(1): 143-149

Resumo Download

Neste ensaio, partindo dos deslocamentos empreendidos pela genealogia foucaultiana na pesquisa histórica, propõe-se a análise da noção de acontecimento. Para tanto, recorre-se não só à produção filosófica de Foucault, mas também à genealogia de Nietzsche. Após a apresentação desses "procedimentos de investigação", analisaram-se duas novelas de Franz Kafka, A metamorfose e Na colônia penal. Na interface entre filosofia e literatura, entre os deslocamentos propostos por Foucault na pesquisa em história e a iconoclastia expressa no texto kafkiano, buscou-se identificar, por exemplo, como o corpo aparece, em tantos momentos, na trama contemporânea e, assim, no universo desnudado por esses pensadores. É justamente aqui que se procurou, com base na crítica dos autores em questão, examinar acontecimentos que possam ter pertinência à pesquisa em história da enfermagem.

Palavras-chave: História. História da Enfermagem. Filosofia. Pesquisa

 

23  - Pesquisa etnográfica: evolução e contribuição para a enfermagem

Leilane Barbosa de Sousa; Maria Grasiela Teixeira Barroso

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(1): 150-155

Resumo Download

Diante da expressão que a etnografia adquiriu na pesquisa em Enfermagem, realizamos este estudo com o objetivo de promover reflexão sobre a evolução da etnografia e suas possibilidades de aplicação no contexto atual. O trabalho apresenta a análise reflexiva da etnografia desenvolvida nas tribos e as considerações sobre sua aplicação em ambiente urbano, inclusive abordando a pesquisa sobre o fenômeno do cuidado transcultural de Enfermagem. Esperamos que o artigo contribua para a reflexão sobre a importância da abordagem etnográfica e incentive sua utilização adequada na Enfermagem.

Palavras-chave: Cultura. Pesquisa. Enfermagem

 

24  - Reflexões acerca da assistência de enfermagem e o discuso de humanização em terapia intensiva

Roberto Carlos Lyra da Silva; Isaura Setenta Porto; Nébia Maria Almeida de Figueiredo

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(1): 156-159

Resumo Download

Este estudo é uma reflexão que objetiva buscar como produção científica de enfermagem o cuidado que envolve o uso de tecnologias/máquinas em unidades de terapia intensiva, a par tir do entendimento acerca do cuidado, tecnologia e humanização, e as implicações para a prática de cuidar em unidades tecnológicas de clientes críticos. Traz reflexões acerca da temática "humanização em terapia intensiva", a par tir do aprofundamento das leituras e discussão dos dados, na construção de uma tese em curso na Escola Anna Nery, cujo objeto de investigação é "o significado do cuidado em unidades de terapia intensiva". Verificou-se que qualquer que seja a reflexão acerca das práticas de cuidar em terapia intensiva que desconsidere seus conceitos, o contexto e suas bases possibilitadoras poderá incorrer em equívocos comprometedores, capazes de se constituírem obstáculos epistemológicos.

Palavras-chave: Cuidados de Enfermagem. Tecnologia. Unidades de Terapia Intensiva. Enfermagem

 

RELATO DE EXPERIÊNCIA

25  - Modelo Calgary de avaliação da família de recém-nascidos: estratégia pedagógica para alunos de enfermagem

Marialda Moreira Christoffel; Sandra Teixeira de Araújo Pacheco;Carlos Sérgio Correa dos Reis

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(1): 160-165

Resumo Download

Trata-se de um relato de experiência, cujo objetivo é descrever a experiência da utilização do Modelo Calgary de Avaliação e Intervenção Familiar na consulta de enfermagem à criança. Os resultados evidenciaram que esse modelo pode ser utilizado a partir da segunda consulta, quando se inicia um vínculo entre docente-discentes e família, que são necessários mais de cinco encontros e que a duração da entrevista é de, no mínimo, 20 minutos. O modelo utilizado como estratégia de ensino-aprendizagem permitiu aos alunos uma maior reflexão sobre os problemas apresentados pela família numa relação de diálogo, mudanças de autoconhecimento e de estrutura familiar, melhor compreensão da rede familiar e como a cultura familiar influencia as práticas de cuidado prestado à criança no domicílio.

Palavras-chave: Consulta de Enfermagem. Educação em Saúde. Saúde da Criança. Família

 

© Copyright 2017 - Escola Anna Nery Revista de Enfermagem - Todos os Direitos Reservados
GN1