ISSN (on-line): 2177-9465
ISSN (impressa): 1414-8145
Escola Anna Nery Revista de Enfermagem Escola Anna Nery Revista de Enfermagem
COPE
ABEC
BVS
CNPQ
FAPERJ
SCIELO
REDALYC
MCTI
Ministério da Educação
CAPES

Notícias

Informação 1

A Escola Anna Nery Revista de Enfermagem está filiada ao Committee on Publication on Ethics (COPE)

Informação 3

Taxas de Publicação e Tradução de Artigos
Mais Notícias

Volume 12 , Número 3 , Jul/Set - 2008

EDITORIAL

1  - Consumo de pesquisa, saúde intelectual e retorno social em reflexão sobre a prática da enfermagem

Jaqueline Da Silva

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(3): 403-405

Download

 

FAC-SÍMILE

2  - A enfermeira escolar e o seu objectivo

Alexandra Schmitt Rasche; Maria da Soledade Simeão dos Santos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(3): 406-410

Download

 

PESQUISA

3  - O (re)agir da enfermagem diante da parada cardiopulmonar: um desafio no cotidiano

Thaís Duarte da Graça; Glaucia Valente Valadares

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(3): 411-416

Resumo Download

Esta pesquisa apresentou como objetivos: conhecer a vivência da equipe de enfermagem no processo do cuidado ao cliente em parada cardiopulmonar; relacionar nesta situação o conhecimento teórico com o conhecimento prático; discutir as possíveis implicações para o cuidado de enfermagem. Privilegiou-se a pesquisa de natureza qualitativa, tendo sido utilizados como instrumentos de coleta de dados: a entrevista semi-estruturada e a observação participante assistemática. Os atores sociais foram os profissionais da equipe de enfermagem que trabalham em um hospital público do Estado do Rio de Janeiro. O estudo baseou-se nas idéias de Valadares (2006), que discorre sobre o enfrentamento do conhecimento novo. Dos resultados, emergiram três categorias, sendo possível apreender que: as equipes de enfermagem (re) agem de maneira singular, dependendo do local em que trabalham; a experiência acumulada modifica as atitudes nesta situação; e existem fatores cotidianos que influenciam no cuidado de enfermagem prestado a esta clientela.

Palavras-chave: Parada cardiopulmonar. Cuidado de enfermagem. Equipe de enfermagem

 

4  - A prática de enfermagem no sistema penal: limites e possibilidades

Mônica Oliveira da Silva e Souza Joanir Pereita Passos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(3): 417-423

Resumo Download

O presente trabalho teve como objetivos identificar os princípios que norteiam a prática de enfermagem e discutir os limites e as possibilidades da atuação da equipe de enfermagem nos serviços de saúde do Sistema Penal do Estado do Rio de Janeiro. Para alcançar os objetivos propostos, realizou-se um estudo descritivo com abordagem qualitativa. O cenário foi um hospital geral penitenciário, e foram entrevistados 30 profissionais de enfermagem. A coleta de dados se deu mediante a técnica de entrevista. Os resultados evidenciaram que a prática do cuidado e a relação de ajuda são os princípios que norteiam a atuação da enfermagem na Unidade Hospitalar Penitenciária, suas possibilidades são semelhantes às da realidade extramuros, e a presença do agente penitenciário e a periculosidade são os elementos limitantes da prática de enfermagem.

Palavras-chave: Saúde. Enfermagem. Prisões

 

5  - Análise da adequação da teoria do relacionamento interpessoal em grupos conduzidos por enfermeira

Maria Adelane Alves Monteiro;Lorita Marlena Freitag Pagliuca

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(3): 424-429

Resumo Download

A Teoria do Relacionamento Interpessoal em Enfermagem (Peplau, 1993) descreve relações entre a enfermagem e o paciente. Neste estudo objetivou-se analisar a adequação desta teoria para aplicação em grupos conduzidos por enfermeira. Estudo analítico apoiado em modelo de análise de teorias de enfermagem. A metodologia constou da seleção de artigos disponíveis no MEDLINE com delimitação de tempo de 1996 a 2006, usando os descritores psicoterapia de grupo e teoria de enfermagem e a palavra-chave grupos. Apenas um artigo aplicou a teoria em discussão, e sua análise demonstrou que a relação enfermeira-cliente e as fases e papéis da Teoria do Relacionamento Interpessoal em Enfermagem são adequados a intervenções grupais.

Palavras-chave: Teoria de Enfermagem. Psicoterapia de Grupo. Enfermagem

 

6  - A relação intersubjetiva entre o enfermeiro e a criança com dor na fase pós-operatória no ato de cuidar

Karin Rosa Persegona; Ivete Palmira Sanson Zagonel

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(3): 430-436

Resumo Download

Pesquisa qualitativa que tem como questão norteadora "como se processa a relação intersubjetiva estabelecida entre o enfermeiro e a criança com dor na fase pós-operatória no ato de cuidar?" baseada na Teoria Humanística de Paterson e Zderad pelo método exploratório-descritivo. Os objetivos foram identificar a relação intersubjetiva estabelecida no ato de cuidar e desvelar como se desenvolve o cuidado do enfermeiro à criança com dor na fase pós-operatória. As informações foram coletadas com oito enfermeiros pela entrevista semi-estruturada gravada. Utilizou-se a Análise Textual Qualitativa proposta por Moraes (2003). Da análise emergiram três categorias e seis unidades de significado. Conclui-se que ser sensível ao sofrimento do outro, fazer-se presente, saber ouvir, tocar, relacionar-se, requer aproximação, na perspectiva de perceber os aspectos subjetivos da criança, a maneira como reage física e emocionalmente ao sofrimento que a dor lhe proporciona. O cuidado humanístico deve ser delineado a partir da percepção multidimensional da experiência existencial de dor.

Palavras-chave: Cuidado da Criança. Relações Enfermeiro-Paciente. Dor Pós-Operatória

 

7  - Gênese do movimento estudantil na Escola de Enfermagem da Universidade Federal da Bahia (1947-1959)

Cidia Daniela de Oliveira Pires; Cristina Maria Meira de Melo

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(3): 437-443

Resumo Download

Estudo histórico-social da gênese do movimento estudantil na Escola de Enfermagem da Universidade Federal da Bahia no período de 1947 a 1959. Os objetivos do estudo são: descrever o contexto sócio-político da época estudada; descrever a emergência do movimento estudantil quando da fundação do Diretório Acadêmico; identificar o perfil das militantes e analisar a participação destas nas lutas estudantis. Os dados foram coletados por meio das Atas do Diretório Acadêmico, da consulta aos periódicos da época e das entrevistas realizadas através da História Oral. As narrativas evidenciam que o Diretório Acadêmico compartilhava dos mesmos propósitos da direção da Escola de Enfermagem, legitimando as regras por ela impostas e divulgando para a sociedade baiana o novo curso, no sentido de desconstruir os preconceitos e representações inerentes ao surgimento da profissão. Todavia, em outras escolas da Universidade e no Brasil, lutava-se por mais autonomia do País e em defesa do ensino público.

Palavras-chave: História. Movimento Estudantil. Enfermagem

 

8  - A criação do Hospital Doutor Dório Silva e a configuração de vagas para enfermeiros

Maria Carlota de Rezende Coelho; Maria da Luz Barbosa Gomes

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(3): 444-451

Resumo Download

Pesquisa histórico-social com abordagem dialética cujo objeto foi a configuração de vagas para enfermeiros no Hospital Doutor Dório Silva (HDDS); traçaram-se como objetivos descrever os antecedentes históricos do movimento de criação do HDDS e analisar como se deu a configuração das vagas para enfermeiros neste hospital. As fontes primárias de pesquisa foram depoimentos de três enfermeiros e um médico e documentos dos arquivos do HDDS, da Secretaria Estadual de Saúde e da Federação da Associação de Moradores de Serra. Os achados foram discutidos à luz de conceitos de Gramsci. O grande número de vagas oferecidas nesta configuração se concretizou através do trabalho dos enfermeiros, que, ao se apoiarem na Lei do Exercício Profissional para configurar o número de vagas, valorizaram os aspectos ideológicos, históricos e políticos firmados pelas lutas da categoria, no conjunto dos trabalhadores de saúde, para inverter o hegemônico modelo de saúde.

Palavras-chave: História da Enfermagem. Política de Saúde. Enfermagem

 

9  - Prevalência de fatores de risco de natureza modificável para a ocorrência de diabetes mellitus tipo 2

Rosa Maria Fernandes Vilarinho; Márcia Tereza Luz Lisboa; Priscila Katzer Thiré; Priscila Vieira França

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(3): 452-456

Resumo Download

Estudo transversal realizado com estudantes universitários do curso de Enfermagem para identificação de fatores de risco para o diabetes tipo 2. Em relação ao nível de risco: 65% apresentavam risco baixo, 27%, risco zero, enquanto 7,5% exibiam risco alto. A história familiar de diabetes e hipertensão foi identificada em 45% da amostra. A prevalência de sedentarismo foi igual a 75%; de sobrepeso, igual a 15%, e de obesidade (IMC e ³25 kg/m²), igual a 5%. Verificaram-se ainda um menor consumo de alimentos ricos em fibras e o aumento do consumo de alimentos ricos em gorduras. Os dados levantados apontaram para a necessidade de investimentos em ações de promoção à saúde dentro da própria unidade de formação, como a criação de espaços próprios destinados à valorização da aquisição de novas práticas de saúde, através da ênfase à prática da atividade física, e incentivo à aquisição de hábitos alimentares saudáveis.

Palavras-chave: Diabetes Mellitus. Enfermagem. Saúde do Trabalhador. Fatores de risco

 

10  - Representações de usuários, familiares e profissionais acerca de um centro de atenção psicossocial

Rosâne Mello; Antonia Regina Ferreira Furegato

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(3): 457-464

Resumo Download

A partir das mudanças na política de saúde mental, surgiram várias inquietações no que diz respeito ao significado constituído por usuários, familiares e profissionais sobre os Centros de Atenção Psicossociais (CAPS). Este estudo tem como objetivo: Conhecer representações que usuários, familiares e profissionais construíram acerca de um CAPS no Município do Rio de Janeiro. A pesquisa foi realizada com usuários, familiares e profissionais. Seguiu o caminho teórico-metodológico da Teoria Ego-Ecológica, de Marisa Zavalloni. Observou-se que os entrevistados percebem o CAPS através do modelo psicossocial e associam o serviço à redução do número de internações, à inclusão da família e da sociedade no tratamento e à manutenção da liberdade. Os profissionais ressaltam a importância do papel político do CAPS no movimento da Reforma Psiquiátrica. Os profissionais sentem-se pressionados a dar conta da demanda em uma realidade pública caótica que não fornece condições de trabalho, gerando sobrecarga, insegurança e limitações ao trabalho.

Palavras-chave: Reforma dos Serviços de Saúde. Serviços de Saúde Mental. Enfermagem Psiquiátrica

 

11  - Concepções de professores de enfermagem sobre drogas

Gertrudes Teixeira Lopes; Halyne Limeira Pessanha

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(3): 465-472

Resumo Download

OBJETO: concepções dos docentes da Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro FENF/UERJ sobre o fenômeno das drogas. Objetivos: identificar as concepções dos docentes da FENF/UERJ sobre o fenômeno das drogas e discutir estas concepções. Pesquisa de campo com abordagem qualitativa. O cenário foi a FENF/UERJ. Os sujeitos foram dez docentes. A base para inclusão dos sujeitos foi o levantamento das áreas de ensino que abordavam o fenômeno das drogas, realizado na faculdade. Utilizamos a entrevista temática e a pesquisa documental. O roteiro de entrevista compôs-se de 14 questões. Observaram-se os aspectos éticos da Resolução 196/96. A análise e tratamento dos dados deram-se pelo método de Análise de Conteúdo de Bardin. Percebemos que os professores concebem as drogas por diferentes vertentes e dentro de diversos modelos de atenção ao usuário de drogas. A concepção marcante foi a droga como doença, sendo fortemente influenciada pelas condições sociais e individuais.

Palavras-chave: Enfermagem. Drogas ilícitas. Ensino. Formação de conceito

 

12  - Transtornos depressivos: um material didático para a educação a distância

Mariluci Camargo Ferreira da Silva Candido; Antonia Regina Ferreira Furegato

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(3): 473-478

Resumo Download

A depressão é um grave problema de saúde pública freqüente nas unidades de atenção básica à saúde. A falta de conhecimento adequado do enfermeiro é um dos responsáveis pela deficiência na identificação e no cuidado aos deprimidos. Uma das respostas para transpor este impasse é a educação a distância. Nosso estudo teve por objetivo construir e analisar um material sobre depressão. O conteúdo teórico do material didático foi organizado em módulos. Os aspectos visuais e verbais do material foram testados por Especialistas com atuação no ensino e na assistência à depressão. Optou-se por uma amostra intencional. Utilizou-se um instrumento escalar tipo Likert. Os resultados apontaram que não houve discordância significativa quanto à opinião dos especialistas sobre o material produzido. Consideraram o conteúdo abrangente, atendendo aos objetivos instrucionais, com seqüência, exercícios e referências pertinentes.

Palavras-chave: Depressão. Educação a distância. Enfermagem

 

13  - Atitudes de estudantes de enfermagem mexicanos ao manipular resíduos biológicos infecciosos perigosos

Micaela Olivos Rubio; Gloria Ángeles Ávila; Beatriz Arana Gómez

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(3): 479-484

Resumo Download

O manuseio de resíduos biológicos infecciosos é perigoso e é atualmente um problema para os estudantes de Enfermagem como membros da equipe de saúde, em razão da sua capacidade de provocar doenças. O propósito foi identificar as atitudes como fator de risco para os estudantes de Enfermagem no manuseio destes resíduos. Estudo do tipo quantiqualitativo, com enfoque descritivo, transversal e observacional. A amostra constituiu-se de 403 estudantes de 1º, 2º e 3º graus, da Faculdade de Enfermagem durante as práticas clínicas realizadas em hospitais da cidade de Toluca México. Aplicou-se a escala atitudinal, tipo Likert, ao total de estudantes, com 25 entrevistas e 12 roteiros de observação. Obteve-se como resultado que os estudantes nas práticas clínicas sofrem com a incerteza e o medo de contrair alguma doença infecto-contagiosa, por não saberem manusear estes resíduos, sentem indiferença por não acreditar que existe risco, vergonha em relação a críticas, coragem por sofrer acidentes com resíduos e arrependimento por não realizarem adequadamente a classificação.

Palavras-chave: Enfermagem. Estudantes. Infecção. Resíduos Perigosos. Atitude

 

14  - Oficinas sobre sexualidade na adolescência: revelando vozes, desvelando olhares de estudantes do ensino médio

Sônia Maria Soares; Marta Araújo Amaral; Líliam Barbosa Silva; Patrícia Aparecida Barbosa Silva

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(3): 485-491

Resumo Download

Trata-se de pesquisa com adolescentes de uma escola estadual do município da região norte de Minas Gerais - Brasil com o objetivo de compreender como vivem e exercitam sua sexualidade. O estudo foi desenvolvido por meio de oficinas lúdico-pedagógicas na abordagem qualitativa. Os resultados apontam que o conceito de sexualidade limita-se às relações sexuais entre duas pessoas de sexo oposto. Os alunos enfatizaram o risco de uma gravidez indesejada e reconheceram a importância do uso de métodos contraceptivos. As oficinas propiciaram um ambiente favorável para discussão de mudanças de atitude pelos adolescentes por meio da informação, reflexão e expressão de idéias e sentimentos, representando um processo a ser complementado pela família, escola e políticas sociais locais.

Palavras-chave: Gravidez na Adolescência. Adolescente. Sexualidade. Educação em Saúde

 

15  - Práticas sociais coletivas para a saúde no assentamento Mártires de Abril na Ilha de Mosqueiro - Belém, Pará

Inara Mariela da Silva Cavalcante; Laura Maria Vidal Nogueira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(3): 492-499

Resumo Download

Esta pesquisa tem como propósito geral compreender as práticas sociais coletivas à saúde no "Assentamento Mártires de Abril" (AMA). É um estudo do tipo qualitativo, com a compreensão dos dados à luz da hermenêutica-dialética, que teve como cenário a ilha de Mosqueiro, área metropolitana de Belém, Pará; os sujeitos sociais foram em número de cinco, que aderiram espontaneamente à pesquisa. As práticas sociais coletivas à saúde no AMA são construídas e dependentes de aspectos históricos de vida, da luta do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), da concepção de saúde-doença e da sua relação com a terra. Concluiu-se que suas ações expressam uma forma de cuidar essencialmente orientada pelas vias naturais, propondo à enfermagem um novo modelo de atenção à saúde. Com base nos estudos efetuados, sugere-se como prática pedagógica do Curso de Enfermagem da Universidade do Estado do Pará (UEPA) um estágio de vivência com e nos movimentos sociais.

Palavras-chave: Saúde Coletiva. Assentamentos Rurais. Cuidados de Enfermagem

 

16  - Histórias de pacientes com câncer de boca e práticas de fumo em áreas rurais do nordeste brasileiro

Roxane de Alencar Irineu; Andrea Caprara

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(3): 500-507

Resumo Download

Este artigo tem como eixo central compreender as práticas do fumar através das narrativas de pacientes que tiveram câncer de boca. Utilizamos a história de vida como recurso metodológico para este fim, por ser o testemunho da experiência vivida pelo sujeito. Analisaremos as narrativas de cinco sujeitos escolhidos entre um universo de 30 pacientes portadores de câncer de boca, com idade superior a 50 anos, moradores da zona rural, que foram atendidos em um hospital de Fortaleza. O hábito de fumar teve início muito cedo em suas vidas, pela busca do prazer proporcionado pelo tabaco, influenciados por vezes pela própria família, pela cultura local, pela imagem lisonjeira sugerida pela publicidade, ou ainda para aliviar a dor e a fome. A doença surge, e com ela o sofrimento, o estigma, a cirurgia, as seqüelas, as mudanças físicas. Trabalhadores da roça, sofridos, com fome, excluídos da sociedade, essa é a sua imagem.

Palavras-chave: Neoplasias Bucais. Tabaco. Narração

 

17  - O processo de trabalho em uma unidade básica no município do Rio de Janeiro

Mary Ann Menezes Freire; Fernanda Teles Morais; Beatriz Mancebo D. Albuquerque; Enirtes Caetano Prates Melo

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(3): 508-514

Resumo Download

Trata do processo de trabalho dos profissionais de saúde que atuam em uma unidade básica de saúde, em relação ao uso de tecnologias e à rede de relações que se estabelecem na produção do cuidado.
OBJETIVOS: Identificar as relações estabelecidas entre os prestadores de cuidado no espaço micropolítico de uma unidade básica; analisar os "ruídos" identificados no processo de trabalho dos profissionais.
MÉTODO: Metodologia não-convencional, adaptada a um estudo qualitativo. Adotou-se um estudo de série de casos, cuja trajetória foi denominada trajetória-sentinela, e, através desta, foram detectados "ruídos" que influenciam na efetividade do cuidado.
CONCLUSÃO: Foram identificados "ruídos" específicos, intra-institucionais e interpessoais. A análise destes revelou a fragilidade da rede de contratualidade estabelecida no interior dessa unidade, que está diretamente relacionada com o processo de trabalho e com a qualidade da assistência prestada.

Palavras-chave: Saúde Coletiva. Enfermagem. Pessoal de Saúde

 

18  - Terapia anti-retroviral: fatores que interferem na adesão de crianças com HIV/AIDS

Ana Claúdia Feitosa; Hérica James Acioly de Lima; Joselany Afio Caetano; Luciene Miranda de Andrade;Eveline Pinheiro Beserra

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(3): 515-521

Resumo Download

O objetivo deste estudo foi conhecer os fatores que interferem na adesão à terapêutica medicamentosa em crianças infectadas pelo HIV/AIDS, relatados por 12 cuidadores em um serviço de referência em AIDS, em Fortaleza-CE. Os dados foram obtidos mediante entrevista, e, com eles, foram apurados fatores que dificultaram a adesão terapêutica, evidenciando relatos referentes à apresentação da droga, horário da tomada do medicamento, efeitos colaterais, falta na distribuição de medicamento gratuito, dificuldade de acesso regular ao serviço de saúde e problemas financeiros. Constatou-se a importância de conhecer o contexto social no qual a criança está inserida e as dificuldades no uso dos anti-retrovirais para intervir de forma eficiente e possibilitar uma melhor qualidade de vida às crianças.

Palavras-chave: Resultado de Tratamento. Terapêutica. Síndrome de Imunodeficiência Adquirida. Educação em Saúde

 

19  - Ação educativa do enfermeiro na prevenção de doenças sexualmete transmissíveis: uma investigação a partir das adolescentes

Eveline Pinheiro Beserra; Patrícia Neyva da Costa Pinheiro; Maria Grasiela Teixeira Barroso

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(3): 522-528

Resumo Download

Trata-se de uma pesquisa qualitativa com objetivo de investigar a sexualidade das adolescentes a partir da ação educativa do enfermeiro na prevenção de doenças sexualmente transmissíveis. Realizada numa escola pública em Fortaleza, Ceará, com 10 meninas entre 14 e 16 anos, no período de agosto a novembro de 2007. Adotou-se como método o Círculo de Cultura, que foi formado por cinco encontros. Utilizaram-se a observação e a observação participante para coleta dos dados, que foram registrados no diário de campo. Observou-se que as meninas associam o sexo à sexualidade de forma predominante e que tinham pouca compreensão das vulnerabilidades que estavam expostas numa prática sexual desprotegida. Evidenciou-se que a execução do Círculo de Cultura permitiu que as meninas explorassem e discutissem sobre diversos temas que englobavam sua sexualidade, e que era um momento para ações de educação em saúde com a meta de isentá-las de riscos.

Palavras-chave: Adolescência. Doenças Sexualmente Transmissíveis. Enfermagem

 

20  - Formulário para comunicação diária de enfermagem em unidades hospitalares: validação de um instrumento

Alessandra Nazareth C. P. Roscani; José Luiz Tatagiba Lamas

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(3): 529-536

Resumo Download

Estudo descritivo com o objetivo de validar o conteúdo do instrumento Registro Diário da Unidade, que se propõe a registrar informações relacionadas à movimentação e perfil de pacientes, recursos humanos, procedimentos, pendências e intercorrências de cada turno. Foi realizado em um hospital do interior de São Paulo. Avaliado pelos juízes, especialistas na área, obteve um nível de concordância acima de 70%, sendo disponibilizado nas unidades durante os 30 dias do mês de junho. Foi novamente analisado e reformulado. Concluiu-se que o instrumento foi validado quanto ao seu conteúdo por não apresentar discordância significativa na avaliação dos juízes. Com isso sugere-se um novo estudo para avaliar a aplicabilidade do instrumento validado.

Palavras-chave: Comunicação. Enfermagem. Controle de Formulários e Registros

 

21  - A percepção ambiental entre os habitantes da região noroeste do estado do Rio de Janeiro

Livia Melo Villar; Adilson José de Almeida; Michele Christiane Andrade de Lima; Juliana Lauredo Valle de Almeida; Lilian Fiori Boechat de Souza; Vanessa Salete de Paula

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(3): 537-543

Resumo Download

Foi desenvolvido um estudo para avaliar a percepção ambiental de indivíduos residentes do Município de Itaperuna, localizado na região Noroeste do Rio de Janeiro, Brasil. Foram selecionados 243 indivíduos, entre os meses de julho a outubro de 2005, que responderam sobre questões que abordavam a relação indivíduo/ambiente; ações individuais em favor da área ambiental; preocupação com o impacto ambiental e consumo; hábitos pessoais e ambiente. Com base na análise das respostas dos indivíduos, foi observada maior percepção ambiental em indivíduos mais velhos em relação a crianças e jovens. Este resultado demonstra que os programas de educação ambiental nesta região devem ser voltados para crianças e adolescentes, para que os mesmos se tornem adultos conscientes, uma vez que os indivíduos respondentes apresentaram grande interesse pelos temas ambientais e disposição para participar de campanhas e ações de recuperação ambiental.

Palavras-chave: Percepção. Educação Ambiental. Saúde

 

REFLEXÃO

22  - O elemento dialógico no cuidado de enfermagem: um ensaio com base em Martin Buber

Diego Schaurich; Maria da Graça Oliveira Crossetti

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(3): 544-548

Resumo Download

Este estudo configura um ensaio teórico-filosófico que teve como objetivo refletir acerca do elemento dialógico no mundo do cuidado de enfermagem, tendo como fundamentação os pressupostos de Martin Buber. Parte-se da compreensão das raízes históricas do conceito de cuidado como algo inerente ao existir do ser humano, chegando a sua vertente expressiva e profissionalizada o cuidado de enfermagem e como o diálogo produz, intermedeia e conduz as relações de cuidar. Finaliza-se acreditando que o diálogo precisa ser considerado para além de um mecanismo comunicacional, sendo um carreador de significações e sentimentos ao instaurar o encontro de cuidado em enfermagem.

Palavras-chave: Enfermagem. Cuidados de Enfermagem. Filosofia em Enfermagem

 

REVISÃO

23  - A temática do álcool e outras drogas na produção científica de enfermagem

Malena Storani Gonçalves Rosa; Claudia Mara de Melo Tavares

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(3): 549-554

Resumo Download

Este trabalho analisa a inserção do enfermeiro na prática de atenção ao usuário de álcool e outras drogas através da revisão sistemática de artigos em periódicos científicos. Foi realizada uma revisão sistemática de literatura nas bases de dados virtuais BDENF, SCIELO, LILACS e BIREME no período de 2001 a 2006. Foram encontrados 29 artigos relacionados com a temática. Os dados foram agrupados nas seguintes categorias: formação do enfermeiro para lidar com usuários de álcool e outras drogas; dificuldades encontradas pelos enfermeiros na atenção aos usuários de álcool e outras drogas e estratégias para promoção à saúde. Conclui-se que a Enfermagem ainda carece de profissionais qualificados para atender às necessidades dos usuários de álcool e outras drogas, fato que pode ser modificado com a inclusão da temática nas disciplinas da graduação e com a realização de treinamento dos enfermeiros dos diferentes serviços de saúde.

Palavras-chave: Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias. Atenção à Saúde. Assistência de Enfermagem

 

24  - Adolescência, álcool e drogas: uma revisão na perspectiva da promoção da saúde

Maria Beatriz de Paula Tavares Cavalcante; Alves Maria Dalva Santos; Maria Grasiela Teixeira Barroso

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(3): 555-559

Resumo Download

É durante a adolescência que o jovem forma sua personalidade e individualidade, e é também o período em que as drogas se fazem mais presentes. Com este estudo, objetivou-se desenvolver uma análise crítica sobre a necessidade de ações educativas na prevenção do uso de drogas entre adolescentes, verificando os fatores de risco a ele relacionados. Estudo de caráter reflexivo, no qual constatamos que a Segunda Conferência Internacional para a Promoção da Saúde foi pioneira ao introduzir o tema como prioritário na elaboração de políticas públicas. Estudos associam fatores socioeconômicos e envolvimento familiar como fatores de risco para o consumo de álcool e outras drogas. Entende-se que seja fundamental ajudá-los na vivência dessa fase de transição, destacando a família e a educação como primordiais em suas formações como sujeitos rumo à promoção da saúde.

Palavras-chave: Adolescência. Promoção da Saúde. Enfermagem

 

25  - Trabalho da enfermagem e distúrbio musculoesquelético: revisão das pesquisas sobre o tema

Tânia Solange Bosi de Souza Magnago; Márcia Tereza Luz Lisboa; Rosane Harter Griep

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(3): 560-565

Resumo Download

Este estudo teve por objetivo identificar a produção brasileira de teses e dissertações sobre os distúrbios musculoesqueléticos em trabalhadores de enfermagem. As publicações foram pesquisadas no banco de teses e dissertações do Portal CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) e nos catálogos da ABEn (Associação Brasileira de Enfermagem), no período de 1978 a 2004. Foram selecionados os resumos de teses e dissertações de acordo com os seguintes critérios: desfecho "musculoesquelético" em população de trabalhadores de enfermagem. Dezoito estudos preencheram os critérios de inclusão. Destes, dois tiveram abordagem qualitativa; um, abordagem qualiquantitativa; e quinze, abordagem quantitativa. Os Cursos de Pós-graduação da Universidade de São Paulo e da Universidade Federal do Rio de Janeiro foram os que se destacaram em produções na temática em tela. Os trabalhos apontam tanto para o crescente adoecimento musculoesquelético dos trabalhadores de enfermagem quanto para as inadequadas condições de trabalho como fator de risco para esse adoecimento.

Palavras-chave: Transtornos Traumáticos Cumulativos. Saúde Ocupacional. Enfermagem. Condições de Trabalho

 

26  - Alcoolismo: um novo desafio para o enfermeiro

Laura Acauan; Marilurde Donato; Ana Maria Domingos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(3): 566-570

Resumo Download

Levantamento da produção científica sobre alcoolismo entre 1986 e 2006, com enfoque em Psiquiatria e Saúde Pública. Fontes bibliográficas: livros, revistas científicas, dissertações, teses e publicações do Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (CEBRID). Utilizou-se a palavra "alcoolismo" para a consulta, via Internet, na base de dados do CEBRID e da Biblioteca Virtual em Saúde. Pesquisou-se também nas bibliotecas do Instituto de Psiquiatria, da Faculdade de Farmácia e da Escola de Enfermagem Anna Nery, Unidades da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Identificaram-se 62 publicações sobre o assunto, sendo utilizadas apenas 14. As restantes foram excluídas por não correlacionarem o tema àquelas áreas. Nove publicações tiveram enfoque em Saúde Pública, três em Psiquiatria e duas em ambas as áreas. As autoras concluíram que a produção foi incipiente, cabendo ao enfermeiro buscar novos saberes acerca do alcoolismo para prestar uma assistência eficiente e eficaz a esta clientela específica.

Palavras-chave: Alcoolismo. Enfermagem. Saúde Pública. Psiquiatria

 

27  - Uso das precauções-padrão na assistência de enfermagem: um estudo retrospectivo

Daniele Fernandes de Aguiar; Aline Bárbara Garcia Lima; Rita Batista Santos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008;12(3): 571-576

Resumo Download

Este estudo tem como objetivos analisar as publicações científicas e técnicas sobre os procedimentos de precauções-padrão em periódicos nacionais e internacionais e destacar aspectos importantes dos artigos no que se refere ao papel da enfermeira na prevenção e controle da infecção hospitalar. Constituíram como amostra da pesquisa as fontes secundárias em forma de livros e periódicos, com a finalidade de nos colocar em contato direto com os artigos levantados sobre o uso das precauções-padrão para as infecções hospitalares na assistência de enfermagem, entre 1999 e 2005. Foram encontrados 10 artigos relacionados ao uso de precauções-padrão: 70% foram obtidos em Banco de Teses, 20%, no site Scielo e 10%, na biblioteca de uma universidade pública do Rio de Janeiro, sendo 40% publicados no ano de 2003. Os resultados mostraram que, neste período, apesar de poucas publicações, houve uma contínua renovação do tema, tanto a nível nacional, quanto internacional.

Palavras-chave: Enfermagem. Infecção Hospitalar. Precauções Universais

 

© Copyright 2017 - Escola Anna Nery Revista de Enfermagem - Todos os Direitos Reservados
GN1