ISSN (on-line): 2177-9465
ISSN (impressa): 1414-8145
Escola Anna Nery Revista de Enfermagem Escola Anna Nery Revista de Enfermagem
COPE
ABEC
BVS
CNPQ
FAPERJ
SCIELO
REDALYC
MCTI
Ministério da Educação
CAPES

Notícias

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem completa 20 anos

Nos dias 29 e 30 de novembro de 2017, no espaço do X SINPEn, estaremos celebrando os 20 anos da...

Informação 1

A Escola Anna Nery Revista de Enfermagem está filiada ao Committee on Publication on Ethics (COPE)

Informação 3

Taxas de Publicação e Tradução de Artigos
Mais Notícias

Volume 15 , Número 3 , Jul/Set - 2011

EDITORIAL

1  - O papel estratégico do corpo discente nos programas de pós-graduação

Maria Alice Dias da Silva Lima; Roberta Cunha Mathes Rodrigues

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011;15(3): 451-453

Download

 

FAC-SÍMILE

2  - Valor psicológico no cuidado do paciente, em contraste com o cuidado funcional

Alexandre Barbosa de Oliveira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011;15(3): 454-455

Download

 

PESQUISA

3  - Gestação na adolescência com enfoque no casal: movimento existencial

Inez Silva de Almeida; Ivis Emília de Oliveira Souza

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011;15(3): 457-464

Resumo Download

A temática da gestação na adolescência, enfocada como patologia e risco sociais, tem sido visualizada a partir dos conceitos prévios da ciência e dos fatos sustentados em uma questão de gênero. Assim, a perspectiva do casal adolescente ainda se encontra obscura. Este estudo teve como objetivo analisar o movimento existencial do casal adolescente que vivencia uma gravidez. É um estudo qualitativo que utilizou a abordagem fenomenológica à luz dos conceitos de Martin Heidegger. A realização das entrevistas ocorreu de março a outubro de 2008. O cenário foi a Casa de Parto David Capistrano Filho, e os sujeitos foram nove casais adolescentes. Estudar o casal adolescente, em seu vivido da gestação, ou seja, no cotidiano de ser-casal, que é pai/mãe, permitiu construir outras possibilidades de cuidado sustentadas na instância ontológica, velada no cotidiano assistencial que é operacionalizado pelo protocolo de risco gestacional.

Palavras-chave: Gravidez na Adolescência. Adolescente. Assistência Perinatal

 

4  - Dificuldades dos estudantes de enfermagem na aprendizagem do diagnóstico de enfermagem, na perspectiva da metacognição

Ana Gracinda Ignácio da Silva; Mauricio Abreu Pinto Peixoto; Marcos Antonio Gomes Brandão; Márcia de Assunção Ferreira; Jaqueline Santos de Andrade Martins

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011;15(3): 465-471

Resumo Download

O objetivo geral é investigar a aprendizagem do diagnóstico em enfermagem na área hospitalar, de alunos concluintes do curso de graduação, na perspectiva metacognitiva. De natureza qualitativa, desenvolveram-se entrevistas individuais com dezenove alunos da quinta série, do último estágio supervisionado na área hospitalar. A análise temática de conteúdo indicou dificuldades dos alunos no processo de aprendizagem, relacionadas à estrutura teórica, à aplicação prática de diagnosticar, ao conhecimento e ao uso das classificações diagnósticas, faltando-lhes a percepção do raciocínio clínico envolvido e que resulta no diagnóstico. Acredita-se que a metacognição possa ser eficaz no controle das dificuldades de aprendizagem dos alunos, por incluir o conhecimento de estratégias de regulação de desempenho, de planejamento e controle do processo de aprendizagem.

Palavras-chave: Aprendizagem. Diagnóstico de Enfermagem. Cognição

 

5  - Avaliação da ocorrência de flebite, infiltração e extravasamento em neonatos submetidos à terapia intravenosa

Ana Caroline Rodrigues Gomes; Charlione Aparecida Gomes da Silva; Carmen Justina Gamarra; Jane Cristina de Oliveira Faria; Ariane Ferreira Machado Avelar; Elisa da Conceição Rodrigues

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011;15(3): 472-479

Resumo Download

O objetivo deste estudo foi descrever a ocorrência de flebite, infiltração e extravasamento em recém-nascidos internados na unidade de terapia intensiva neonatal de uma maternidade pública do Rio de Janeiro. Trata-se de um estudo quantitativo descritivo com 36 recém-nascidos em uso de terapia intravenosa e com indicação de remoção do dispositivo intravenoso periférico. Foram avaliados 50 sítios de punção imediatamente após a remoção de cateteres periféricos originando uma média de 1,40 punções venosas por neonato. As complicações foram responsáveis por 48% da remoção dos cateteres, antes da alta do tratamento, com predomínio de infiltração (79,2%), seguida por flebite (16,7%) e extravasamento (4,2%). A fim de se evitar os agravos e promover a segurança dos recém-nascidos submetidos à terapia intravenosa, a equipe de enfermagem deve avaliar periodicamente o acesso venoso periférico e obter conhecimento acerca das intervenções necessárias quando detectados sinais de complicações.

Palavras-chave: Enfermagem. Recém-Nascido. Cateterismo periférico. Infusões Intravenosas

 

6  - O sistema de medicação em um hospital especializado no município do Rio de Janeiro

Rejane Burlandi de Oliveira; Enirtes Caetano Prates Melo

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011;15(3): 480-489

Resumo Download

Este estudo teve como objetivo analisar o sistema de medicação de um hospital especializado do Município do Rio de Janeiro. Tratase de um estudo de avaliação de natureza descritiva. Foram selecionados alguns dos principais processos do sistema de medicação: prescrição, dispensação, preparo e administração dos medicamentos. A fim de descrever o sistema de medicação foram utilizadas para coleta de dados: entrevista, observação não participante e análise de prontuários. Foi identificado um grande número de etapas e profissionais envolvidos, assim como problemas relacionados à segurança e ao ambiente durante a prescrição, dispensação, preparo e administração dos medicamentos. Sistemas inseguros podem gerar várias consequências para os pacientes e as instituições de saúde; neste sentido, é necessária a implementação de estratégias visando à mudança na cultura de detecção das falhas, de forma a auxiliar os profissionais na prevenção de erros através de medidas que garantam a qualidade dos processos executados.

Palavras-chave: Sistemas de Medicação. Erros de Medicação. Enfermagem

 

7  - Sentimentos de mulheres-mães diante da cirurgia neonatal nas malformações congênitas

Adriana Teixeira Reis; Rosângela da Silva Santos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011;15(3): 490-496

Resumo Download

O estudo buscou compreender os sentimentos vivenciados por mulheres-mães diante da cirurgia neonatal de seus filhos, portadores de malformações congênitas. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, baseada no método história de vida. Utilizou a entrevista aberta entre 18 mulheres-mães de recém-nascidos submetidos a procedimentos cirúrgicos no período neonatal. A coleta de dados foi realizada entre julho e agosto de 2009. A análise temática das narrativas apontou para a expectativa de "normalização" da criança e das trajetórias de vida das mulheres. A experiência de hospitalização é ambígua: ao passo que desejam e criam grande expectativa perante o ato cirúrgico, sentem-se em conflito com múltiplos medos (da morte, da anestesia e da cronicidade). No processo de cuidado aos portadores de malformações congênitas cirúrgicas, a enfermagem deve considerar não apenas a visão técnica, mas, sobretudo, os sentimentos ambíguos expressos pelas mulheres-mães, em uma importante fase de construção de vínculos afetivos junto ao seu filho.

Palavras-chave: Enfermagem Obstétrica. Enfermagem Neonatal. Mães. Anormalidades Congênitas. Cirurgia

 

8  - Prevalência da anemia em crianças avaliada pela palidez palmar e exame laboratorial: implicações para enfermagem

Ethel Bastos da Silva; Melânia Sartori Villani; Alice do Carmo Jahn; Marta Coco

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011;15(3): 497-506

Resumo Download

Buscou-se analisar a prevalência de anemia ferropriva em crianças e comparar os dados obtidos pelo método clínico "palidez palmar" e exame laboratorial em uma Estratégia de Saúde da Família no município de Panambi/RS. Pesquisa exploratória/descritiva, quantitativa, realizada de março a junho de 2009. Foram sujeitos 41 crianças de 2 meses a 5 anos. Os dados foram analisados pela estatística descritiva. Das crianças, 51,2% eram do sexo masculino; 41,46% estavam na faixa etária de 0 a 12 meses; 53,6% das famílias situavam-se no nível social D e 43,9% dos chefes de família tinham o Ensino Fundamental completo ou o Ensino Médio incompleto. Pela palidez palmar, a prevalência de anemia foi de 51,2% e pelo exame laboratorial, de 58,53%. O estudo mostra que a palidez palmar e o exame laboratorial, quando usados juntos, fornecem um diagnóstico mais preciso da anemia ferropriva, podendo ser inseridos na prática assistencial da enfermagem na ESF.

Palavras-chave: Enfermagem. Cuidado da Criança. Anemia Ferropriva. Palidez. Diagnóstico

 

9  - Reconhecimento da violência intrafamiliar contra idosos pela equipe da estratégia saúde da família

Adriano Yoshio Shimbo; Liliana Maria Labronici; Maria de Fátima Mantovani

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011;15(3): 506-510

Resumo Download

Trata-se de pesquisa quantitativa exploratória que objetivou: identificar as formas de reconhecimento da violência intrafamiliar contra idosos referidos pela equipe de Estratégia Saúde da Família, em Curitiba. Foi realizada de abril a junho de 2008, com 96 integrantes, mediante entrevista estruturada. Verificou-se que 91% dos participantes reconhecem a violência, e a forma mais comum foi o abandono/negligência, com 78% das respostas. Para 86% dos sujeitos a visita domiciliar foi o mecanismo mais usado para sua identificação. Os motivos que dificultam o reconhecimento da violência para 22% são o fato de o idoso não falar a respeito do assunto, problemas de comunicação e doenças. O Fundo de Ação Social é citado como local para encaminhamento dos idosos. Os resultados direcionam para novos estudos com aprofundamento de questões relativas à prevenção e ao reconhecimento da violência pela Estratégia de Saúde da Família.

Palavras-chave: Violência. Idoso. Programa Saúde da Família

 

10  - Aproximação à subjetividade de enfermeiros com a vida: afetividade e satisfação em foco

Selda Gomes de Sousa Alves; Tatiana Cristina Vasconcelos; Francisco Arnoldo Nunes de Miranda; Tarciana Sampaio Costa; Maura Vanessa Silva Sobreira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011;15(3): 511-517

Resumo Download

Objetivou-se analisar aspectos da subjetividade de enfermeiros por meio de indicadores de afetividade e satisfação com a vida. Estudo exploratório descritivo, de abordagem quantitativa. Participaram 20 enfermeiros atuantes na Estratégia de Saúde da Saúde, do município de Sousa, PB, Brasil, que responderam ao Questionário de Saúde Geral (QSG-12). Os principais resultados indicaram que os enfermeiros apresentaram média de 5,73 de Afetos Positivos e 1,86 de Afetos Negativos. A média de satisfação com a vida foi de 4,03. Inferiu-se que os enfermeiros apresentaram nível satisfatório de saúde. Contudo, este resultado não deve negar a necessidade de cuidados permanentes por parte dos enfermeiros em relação à sua saúde, uma vez que o cuidado implica o desempenho profissional. Assim, a habilidade de cuidar de si deve ser adquirida e aprimorada desde a formação.

Palavras-chave: Qualidade de Vida. Satisfação Pessoal. Afeto. Enfermeiro. Promoção da Saúde

 

11  - Institucionalização e qualidade de vida de idosos da região metropolitana de Vitória - ES

Elizabete Regina Araújo de Oliveira; Maria José Gomes; Karina Mary de Paiva

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011;15(3): 618-623

Resumo Download

O objetivo deste estudo foi comparar a QV de 70 idosos funcionalmente independentes e residentes em instituições (G1) e 210 não institucionalizados (G2) na região metropolitana de Vitória-ES. Estudo descritivo transversal. Foi utilizado o instrumento Whoqolbref, um roteiro de exame físico e um questionário sociodemográfico. Foram empregados os testes "t" de Student, Mann-Whitney, Kruskall Wallis e Wilcoxon. Em relação à saúde sistêmica, verificou-se associação entre o fator institucionalização e a pressão arterial sistólica no G1 (PAS:132,98; p= 0,003). O G1 mostrou pior qualidade de vida comparado ao G2, que apresentou melhores pontuações em todos os domínios do instrumento. Observou-se uma associação entre institucionalização e todos os domínios da qualidade de vida: domínio físico (p=0,002), psicológico (p=0,000), relações sociais (p=0,033) e meio ambiente (p=0,002). O G1 apresentou pior qualidade de vida que G2, permitindo afirmar que a institucionalização de idosos é um fato determinante na perda da qualidade de vida.

Palavras-chave: Idoso. Institucionalização. Qualidade de Vida. Envelhecimento. Promoção da Saúde

 

12  - Sofrimento no trabalho de enfermagem: reflexos do "discurso vazio" no acolhimento com classificação de risco

Daiane Dal Pai; Liana Lautert

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011;15(3): 524-530

Resumo Download

Estudo que abordou o contexto laboral de trabalhadores de enfermagem que atuam no Acolhimento com Classificação de Risco em um pronto-socorro público de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, com objetivo de conhecer suas vivências acerca desta tecnologia para o atendimento em emergência. Pesquisa qualitativa que utilizou como fonte de informações os registros institucionais, cenas de atendimentos observadas e registradas em diário de campo e entrevistas semiestruturadas com os profissionais de enfermagem. As informações foram submetidas à análise de conteúdo, e os dados revelam as características do serviço e os sentimentos da equipe de enfermagem, que apontaram a presença do sofrimento no trabalho ao perceberem seu discurso como "vazio", ou desprovido de sentido. Os achados evidenciaram a necessidade de atenção aos trabalhadores a fim de protegê-los do possível adoecimento e de sofrimento no trabalho, e convocá-los à cogestão desta tecnologia.

Palavras-chave: Acolhimento. Estresse Psicológico. Condições de Trabalho. Enfermagem em Emergência

 

13  - Complicações decorrentes do posicionamento cirúrgico de clientes idosos submetidos à cirurgia de quadril

Andréia Regina Lopes Grigoleto; Maria do Carmo Querido Avelar; Rúbia Aparecida Lacerda; Silvia Helena Frota Mendonça

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011;15(3): 531-536

Resumo Download

Este estudo de revisão sistemática da literatura, segundo as recomendações sugeridas pela Colaboração Cochrane, teve como objetivo buscar nas publicações das bases de dados consultadas as evidências disponíveis sobre complicações decorrentes do posicionamento cirúrgico em idosos submetidos à cirurgia de quadril. Nesta revisão, os estudos identificados e discutidos apresentaram aspectos importantes no desenvolvimento de uma prática efetiva, possibilitando maior compreensão da necessidade de elaboração de pesquisas melhores delineadas que proporcionem validade interna de estudos futuros, para que seus resultados possam ser utilizados na prática clínica.

Palavras-chave: Idoso. Lesões do Quadril. Complicações Intraoperatórias

 

14  - Percepções sobre cuidar de si, promoção da saúde e sobrepeso entre acadêmicos de enfermagem

Luciara Fabiane Sebold; Vera Radünz; Telma Elisa Carraro

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011;15(3): 536-541

Resumo Download

Pesquisa qualitativa, Convergente Assistencial (PCA), desenvolvida com 42 acadêmicos de enfermagem, em uma Universidade Pública da Região Sul do Brasil. Objetivou identificar as percepções dos acadêmicos de enfermagem sobre o cuidar de si, para a promoção da saúde e a evitabilidade do sobrepeso. A coleta dos dados deu-se durante quatro encontros, através de dinâmicas de grupo, confecções de cartazes, atividades lúdicas, utilização de instrumento. A análise dos dados seguiu PCA. Categorias: Atividades físicas; Alimentação saudável; Ambiente familiar; Autoestima e autoimagem. Resultados: Os acadêmicos reconhecem a importância de Cuidar de Si; apresentam conhecimento e relacionam à temática; percebem o Cuidar de Si como forma de manter peso e/ou buscar peso adequado. As contribuições estão no sentido de novas reflexões sobre a realidade dos acadêmicos, e subsídios para inovação do ensino e aprendizagem, sensibilização dos futuros profissionais da área.

Palavras-chave: Autocuidado. Hábitos. Peso Corporal. Estudantes de Enfermagem. Enfermagem

 

15  - Cuidado familiar à idosa em condição crônica por sofrimento psíquico

Marilene Hiller; Roseney Bellato; Laura Filomena Santos Araújo

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011;15(3): 542-549

Resumo Download

Este estudo tem por objetivo compreender que repercussões a busca, a produção e o gerenciamento do cuidado a uma pessoa idosa com condição crônica por sofrimento psíquico têm na vida de sua família. Considerando-se que essa condição crônica exige cuidado permanente e progressivo, procuramos compreender o desgaste e as implicações que esse cuidado tem para a família. Trata-se de um Estudo de Caso que utilizou a História de Vida Focal como estratégia metodológica operacionalizada pela entrevista em profundidade, com os membros da família de uma pessoa idosa com sofrimento psíquico. Como forma de organização e análise dos dados utilizamos o Itinerário Terapêutico e suas ferramentas. O estudo nos convida a refletir que o cuidado produzido repercute não apenas sobre a pessoa idosa em sofrimento psíquico, mas também no modo de viver de cada cuidador e da família como um todo.

Palavras-chave: Sofrimento Psíquico. Enfermagem. Família

 

16  - Regulação do acesso à saúde: o processo de trabalho administrativo da enfermagem

Maria Verônica Sales da Silva; Maria Josefina da Silva; Lucilane Maria Sales da Silva; Adail Afrânio Marcelino do Nascimento; Ana Kelve Castro Damasceno; Roberta Meneses Oliveira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011;15(3): 560-567

Resumo Download

Objetivou-se avaliar a regulação do acesso à saúde e o processo de trabalho do enfermeiro na administração das Centrais de Marcação de Consultas Municipais-CMC, da 2ª Microrregional de Saúde do Ceará. Estudo documental, descritivo e de avaliação. Na coleta dos dados, utilizaram-se observação, entrevista e análise de documentos no período de fevereiro a agosto de 2007. Foram avaliados dez municípios e entrevistadas seis enfermeiras que exerciam a função de coordenação da regulação do acesso. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética da Universidade Federal do Ceará/UFC/nº25. Quanto ao padrão "liderança organizacional", a avaliação indicou que seis CMC estavam sob direção técnica de profissional habilitado. Entretanto, as enfermeiras acumulavam diversas funções, sendo identificada falha na avaliação de produção e gastos planejados. Conclui-se que, para garantir a regulação do acesso, faz-se necessária melhoria na qualidade da coordenação desses serviços, sendo o profissional enfermeiro uma boa opção para o cargo.

Palavras-chave: Qualidade, Acesso e Avaliação da Assistência à Saúde. Agendamento de consultas. Acesso aos serviços de saúde. Sistema Único de Saúde. Enfermagem

 

17  - Entre a modernidade e a tradição: a iniciação sexual de adolescentes piauienses universitárias

Maria Rosilene Cândido Moreira; José Francisco Fernandes Quirino dos Santos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011;15(3): 558-566

Resumo Download

A sexualidade, enquanto fenômeno que propicia momentos singulares de descobrimento de si e do outro, permite a realização de práticas permeadas por simbolizações adquiridas na adolescência. Por sofrer influência de fatores genéticos, sociais e culturais, o comportamento sexual adolescente é, por vezes, permeado por situações conflituosas. O presente estudo teve como objetivo desvelar comportamentos sexuais de acadêmicas de Enfermagem da Universidade Federal do Piauí, bem como seus mecanismos de influência, e compreender os aspectos que envolvem a iniciação sexual, considerando os entraves desencadeados pela formação tradicional e aspirações modernizantes. Adotou-se o método etnográfico, aplicando-se entrevistas em profundidade a 12 estudantes, nos meses de outubro e novembro de 2009. As entrevistas relevaram interseção entre comportamento sexual e cultura, permitindo visualizar o poder exercido pelos sistemas de representação social. É importante pontuar sobre a necessidade de mais olhares sobre o assunto por ser emergente nos diversos cenários do existir humano.

Palavras-chave: Adolescente. Sexualidade. Comportamento Sexual. Cultura

 

18  - Relatos de mulheres em uso prejudicial de bebidas alcoólicas

Claudete Ferreira de Souza Monteiro; Giovanna de Oliveira Libório Dourado; Carlos Alberto Guzman Graça Júnior; Alessandra Kelly do Nascimento Freire

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011;15(3): 567-572

Resumo Download

Trata-se de uma pesquisa qualitativa e descritiva, com o objetivo de descrever e analisar os relatos de mulheres em uso prejudicial de bebidas alcoólicas. A pesquisa foi desenvolvida em comunidade da zona rural de Teresina (PI). Os dados foram obtidos a partir de entrevista semiestruturada com 10 mulheres no período de julho a outubro de 2009 e trabalhados através da análise de conteúdo. Os resultados mostraram uma trajetória de vida sofrida, desde a infância permeada por alcoolismo. As amizades, residência próxima a bares e más condições de trabalho contribuem para o consumo de bebida alcoólica. As mulheres relatam a aquisição de bebidas alcoólicas como prioridade e reconhecem suas manifestações orgânicas, influenciando na rotina e desempenho profissional. O sistema de saúde deve estar atento a este segmento, implementando medidas de prevenção, controle e de promoção da saúde de mulheres em uso prejudicial de álcool.

Palavras-chave: Mulheres. Alcoolismo. Pesquisa Qualitativa. Enfermagem

 

19  - Imunização em criança exposta ou infectada pelo hiv em um serviço de imunobiológicos especiais

Maria do Socorro Mendonça Sherlock; Maria Vera Lúcia Moreira Leitão Cardoso; Márcia Maria Coelho Oliveira Lopes; Ana Luíza Paula de Aguiar Lélis; Natália Rodrigues Oliveira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011;15(3): 573-580

Resumo Download

Objetivou-se analisar a situação vacinal de crianças expostas ou infectadas pelo HIV atendidas no programa de imunobiológicos especiais (CRIES). Estudo documental, retrospectivo, desenvolvido no CRIES de um hospital público pediátrico, em Fortaleza-CE. A amostra consistiu em 125 prontuários de crianças atendidas no período de janeiro de 2006 a setembro de 2009. Conforme o Ministério da Saúde, percebeu-se que a maioria das crianças iniciou a imunização aos 2 meses de idade, destas 65 (52,0%) com o esquema vacinal injetável contra pólio e 68 (64,8%) contra pneumococo, mas apresentaram redução da demanda no seguimento do calendário ao avançar a idade. Assim, a baixa adesão ao calendário de vacina especial foi perceptível, o que implica rompimento do processo imunológico das crianças expostas, tornando-se imprescindível um trabalho educativo pelos profissionais de saúde e a conscientização da população, visando à prevenção de doenças evitáveis no grupo de risco estudado.

Palavras-chave: Saúde da Criança. HIV. Imunossupressão. Imunização. Enfermagem Pediátrica

 

20  - Utilização de benzodiazepínicos por idosos de uma estratégia de saúde da família: implicações para enfermagem

Paulo Celso Prado Telles Filho; Alex Rogério das Chagas; Marcos Luciano Pimenta Pinheiro; Antônio Moacir de Jesus Lima; Ana Maria Sertori Durão

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011;15(3): 581-586

Resumo Download

Os benzodiazepínicos são medicamentos que podem causar riscos aos idosos. Este estudo teve como objetivo verificar e analisar a prevalência da utilização de benzodiazepínicos por idosos cadastrados em uma Estratégia Saúde da Família de Diamantina - Minas Gerais. Trata-se de estudo descritivo, realizado com 27 idosos, de maio a julho de 2010, por meio de questionário semiestruturado. Utilizou-se a análise descritiva junto aos dados. Como resultados, destacaram-se a faixa etária de 71 a 75 anos (25,92%), gênero feminino (88,88%) e, em relação à escolaridade, o primeiro grau incompleto (66,66%). Os medicamentos mais usados foram: Diazepam (37,03%), Clonazepam (25,92%), Bromazepam (18,51%) e Alprazolam (11,11%). 88,90% dos entrevistados possuíam receita e 11,10% não a possuíam. Dentre os idosos que possuíam receita, 33,33% não a seguiam. Faz-se presente a necessidade de reorganizar o processo de trabalho na instituição investigada, de forma que se propicie uma adequação das prescrições e um seguimento mais eficaz destas.

Palavras-chave: Sistemas de Medicação. Uso de Medicamentos. Idoso

 

21  - A reforma psiquiátrica na visão de quem cuida: percepções de profissionais do serviço residencial terapêutico

Danielle Souza Silva; Dulcian Medeiros de Azevedo

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011;15(3): 587-594

Resumo Download

O Serviço Residencial Terapêutico (SRT) tem se destacado como peça fundamental para a concretização do processo de desinstitucionalização e reabilitação psicossocial. Objetivou-se investigar as percepções dos profissionais de enfermagem atuantes no SRT sobre a Reforma Psiquiátrica, e sua relação com a formação técnico-científica e prática profissional. Estudo de natureza descritiva, com abordagem qualitativa, sendo entrevistados seis profissionais de enfermagem atuantes no SRT de Caicó-RN. A coleta foi realizada entre os meses de outubro e dezembro de 2009. A Reforma Psiquiátrica foi percebida como um movimento complexo que tem como finalidade modificar o trabalho na área da Psiquiatria; a partir dela o profissional é "motivado" a assumir uma nova posição em relação ao doente, uma postura mais horizontal e humanizada. Este estudo contribuiu para o melhor entendimento da realidade pesquisada, no que se refere à mudança na rede de saúde mental.

Palavras-chave: Equipe de Enfermagem. Prática Profissional. Saúde Mental. Serviços de Saúde Mental. Enfermagem Psiquiátrica

 

22  - Tempo de internação e a ocorrência de eventos adversos a medicamentos: uma questão da enfermagem

Keroulay Estebanez Roque; Enirtes Caetano Prates Melo

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011;15(3): 595-601

Resumo Download

O objetivo do estudo foi estimar o efeito do tempo e das características individuais na ocorrência de evento adverso a medicamentos em pacientes com afecções cardiológicas. Trata-se de um estudo avaliativo sobre a ocorrência de evento adverso a medicamentos realizado em um hospital público e cardiológico, localizado no Município do Rio de Janeiro. Para análise da sobrevida utilizou-se o método de Kaplan-Meier. A probabilidade de sobreviver livre de evento adverso a medicamentos até 30, 60 e 100 dias foi respectivamente de 96%, 93% e 73%. Os eventos adversos a medicamentos representam condições marcadoras que descrevem o desempenho dos serviços de saúde. A detecção de eventos adversos nas instituições hospitalares possibilita conhecer as falhas que ocorrem no sistema de medicação e ainda implementar estratégias para reduzi-las.

Palavras-chave: Monitoramento de Medicamentos. Qualidade da Assistência à Saúde. Análise de Sobrevida. Enfermagem

 

23  - As novas práticas em saúde mental e o trabalho no serviço residencial terapêutico

Danielle Souza Silva; Dulcian Medeiros de Azevedo

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011;15(3): 603-609

Resumo Download

Objetivou-se investigar a percepção de cuidadores sobre o trabalho desenvolvido no Serviço Residencial Terapêutico (SRT) de Caicó-RN. Pesquisa descritiva e qualitativa, realizada em 2009 com seis profissionais de enfermagem atuantes como cuidadores, por meio de entrevista semiestruturada. Emergiram duas categorias: O trabalho realizado no SRT e os resultados alcançados; Dificuldades e desafios encontrados na dinâmica do SRT. O SRT foi implantado com o intuito de (re)socializar os moradores na vida em comunidade, de aumentar a autonomia e a capacidade de interação social. A morada e o seu cotidiano possibilitam aos usuários mudanças no seu estilo e qualidade de vida, apesar de apresentar problemas graves como a precariedade da estrutura física, recursos materiais e humanos insuficientes. O trabalho dos cuidadores parte da incorporação unânime do enfoque psicossocial, mas ainda precisa melhorar no sentido de enfatizar a atuação dos moradores enquanto sujeitos ativos.

Palavras-chave: Atenção à Saúde. Equipe de Enfermagem. Moradias Assistidas. Saúde Mental. Serviços de Saúde Mental

 

24  - Promoção da saúde no contexto da estratégia saúde da família: concepções e práticas da enfermeira

Maria Glêdes Ibiapina Gurgel; Maria Dalva Santos Alves; Escolástica Rejane Ferreira Moura; Patrícia Neyva da Costa Pinheiro; Rita Maria Viana Rêgo; Maria Leonice Lima Passos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011;15(3): 610-615

Resumo Download

As concepções que os profissionais têm da promoção da saúde são fundamentais à prática. O estudo objetivou conhecer as concepções sobre promoção da saúde e a interface da atuação da enfermeira na Saúde da Família. Pesquisa descritiva, exploratória, com abordagem qualitativa, realizada com oito enfermeiras dos Centros de Saúde da Família de Fortaleza-CE. Utilizou-se o grupo focal para coleta de dados. A análise foi realizada por meio das práticas discursivas, tendo como recurso os mapas de associação de ideias. As concepções sobre promoção da saúde, evidenciadas pelas enfermeiras, perpassam ora pelo modelo biomédico de prevenção das doenças, ora pelo de promoção, apregoada na Carta de Ottawa. Nas concepções do modelo tradicional, as ações estão restritas ao setor saúde com enfoque na cura e na prevenção das doenças. As concepções do modelo de promoção da saúde aproximam-se do conceito de qualidade de vida, com suporte nas ações interdisciplinares e intersetoriais.

Palavras-chave: Enfermagem. Promoção da Saúde. Atenção Primária à Saúde

 

25  - A memória, o controle das lembranças e a pesquisa em história da enfermagem

Tânia Cristina Franco Santos; Ieda de Alencar Barreira; Maria da Luz Barbosa Gomes; Suely de Souza Baptista; Maria Angélica de Almeida Peres; Antonio José de Almeida Filho

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011;15(3): 616-625

Resumo Download

Estudo histórico-social.
OBJETIVOS: analisar a importância da memória no processo de construção da identidade profissional e discutir os principais desafios do pesquisador em história da enfermagem, relativos à preservação e divulgação da memória profissional.
FONTES PRIMÁRIAS: relatórios anuais de atividades da Escola de Enfermagem Anna Nery e o artigo "Memória e História para uma nova visão de enfermagem no Brasil", de Ieda de Alencar Barreira.
FONTES SECUNDÁRIAS: literatura sobre memória e identidade profissional. Os dados, coletados de 1 de junho de 2009 a 30 de maio de 2010, foram classificados, organizados e analisados, de acordo com o método histórico.
RESULTADOS: a enfermagem brasileira, ao longo do século XX, utilizou símbolos e rituais como pontos de referência para evocar e sacralizar a memória da profissão e, assim, expressar e inculcar, intencional ou implicitamente, uma identidade de enfermeira.
CONCLUSÃO: a simbiose entre memória e identidade profissional leva à necessidade de sua preservação.

Palavras-chave: Enfermagem. História da Enfermagem. Emblemas e Insígnias. Pesquisa em Enfermagem

 

REFLEXÃO

26  - A mãe em sofrimento psíquico: objeto da ciência ou sujeito da clínica?

Denise Tomaz Aguiar; Lia Carneiro Silveira; Sandra Mara Nunes Dourado

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011;15(3): 622-628

Resumo Download

A vivência da maternidade é abordada no modelo médico científico do ponto de vista orgânico. Porém, para algumas mulheres, isso se dá como uma experiência de intenso sofrimento psíquico. Desenvolvemos uma reflexão teórica visando refletir acerca das possibilidades de abordagem dessa questão na perspectiva de uma clínica do sujeito, conforme delimitado na abordagem psicanalítica, contrapondo-a à visão do modelo médico científico. A ciência moderna institui-se como práxis pela exclusão do sujeito, e é esta racionalidade que subsidia a abordagem dos sintomas psíquicos no modelo médico, percebidos como algo a ser eliminado. A psicanálise surge a partir da descoberta do inconsciente e do sintoma como portando uma verdade sobre o sujeito que sofre. Consideramos que os conceitos apontados pela perspectiva psicanalítica podem nos apoiar na construção de uma clínica menos objetificadora, que permita ao próprio sujeito se interrogar sobre o sentido daquilo que o faz sofrer.

Palavras-chave: Depressão Pós-parto. Psicanálise. Ciência

 

27  - Saberes da enfermagem - a solidariedade como uma categoria essencial do cuidado

Vera Regina Waldow; Lísia Maria Fensterseifer

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011;15(3): 629-632

Resumo Download

Objetiva-se refletir sobre os saberes da enfermagem nos aspectos analíticos e sintéticos, segundo as novas perspectivas paradigmáticas, e destacar a solidariedade como uma das categorias do cuidado. A arte e a ciência da Enfermagem estão consubstanciadas pelo cuidado, assumido como o seu saber fazer. A solidariedade, por sua vez, elemento substancial do cuidado, é ressaltada neste texto, considerando a realidade atual, pois compõe o sentido moral e o exercício da cidadania.

Palavras-chave: Conhecimento. Enfermagem. Cuidados de Enfermagem. Ensino

 

© Copyright 2017 - Escola Anna Nery Revista de Enfermagem - Todos os Direitos Reservados
GN1