ISSN (on-line): 2177-9465
ISSN (impressa): 1414-8145
Escola Anna Nery Revista de Enfermagem Escola Anna Nery Revista de Enfermagem
COPE
ABEC
BVS
CNPQ
FAPERJ
SCIELO
REDALYC
MCTI
Ministério da Educação
CAPES

Notícias

Informação 1

A Escola Anna Nery Revista de Enfermagem está filiada ao Committee on Publication on Ethics (COPE)

Informação 3

Taxas de Publicação e Tradução de Artigos
Mais Notícias

Volume 17 , Número 1 , Jan/Mar - 2013

EDITORIAL

1  - Escola de Enfermagem Anna Nery da Universidade Federal do Rio de Janeiro: 90 anos de sua criação

Maria Angélica de Almeida Peres

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013;17(1): 7-9

Download

 

PESQUISA

2  - Avaliação de cuidados na terapia intravenosa: desafio para a qualidade na enfermagema

Ana Claudia Yassuko Murassaki; Gelena Lucinéia Gomes da Silva Versa; José Aparecido Bellucci Júnior; Viviani Camboin Meireles; Dagmar Willamowius Vituri; Laura Misue Matsuda

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013;17(1): 11-16

Resumo Download

Estudo multicêntrico, prospectivo, descritivo-exploratório, realizado em hospitais de ensino públicos (A e B), que objetivou avaliar cinco indicadores de qualidade de enfermagem relacionados à terapia intravenosa periférica. Utilizou-se o Instrumento de Registro de Busca Ativa em 1.307 observações dos seguintes indicadores: identificação e validade do acesso venoso periférico; de equipos; e dos frascos de soro. Determinou-se o Índice de Positividade (IP) para Qualidade da Assistência (QA): Desejável (100% IP); Adequada (90-99%); Segura (80-89%); Limítrofe (71-79%); Sofrível (< 70%). A QA apresentou-se Segura apenas para os indicadores identificação e validade de equipos e dos frascos de soro da instituição B. Os demais indicadores, em ambas as instituições, alcançaram QA Sofrível ou Limítrofe. Considerando que nenhum dos indicadores avaliados obteve QA Adequada nem Desejável, conclui-se que o processo de cuidado para com a terapia intravenosa, principalmente na instituição B, necessita de maior atenção por parte das lideranças e respectivas equipes

Palavras-chave: Infusões intravenosas. Cuidados de enfermagem. Qualidade da Assistência à saúde. Enfermagem.

 

3  - Resultados maternos e neonatais da assistência em casa de parto no município do Rio de Janeiro

Adriana Lenho de Figueiredo Pereira; Tamara Rubia Lino de Lima; Mariana Santana Schroeter; Monique da Silva Ferreira Gouveia; Sabrina Damazio do Nascimento

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013;17(1): 17-23

Resumo Download

O objetivo deste estudo foi descrever os resultados maternos e neonatais da assistência na Casa de Parto David Capistrano Filho. Pesquisa exploratório-descritiva, com abordagem quantitativa, que analisou 458 prontuários dos partos normais e nascimentos no período de janeiro de 2008 a dezembro de 2009. As parturientes eram mulheres jovens, de 15 a 25 anos de idade (66,6%), e nulíparas (55%). Durante o trabalho de parto, elas permaneceram com o acompanhante (94,1%) e receberam cuidados para o relaxamento e o conforto. A taxa de episiotomia foi de 2,4%. Não houve óbitos maternos e neonatais. Os casos de asfixia neonatal representaram 0,2% dos nascidos vivos. As transferências para o hospital corresponderam a 2,8% das mulheres no pós-parto e 8,5% entre os neonatos. A maioria dos resultados encontrados foi semelhante aos descritos nas pesquisas brasileiras e internacionais acerca da assistência em centros de parto.

Palavras-chave: Assistência de enfermagem. Parto normal. Centros Independentes de Assistência à Gravidez e ao Parto. Enfermagem obstétrica.

 

4  - Características definidoras de trauma vascular periférico em urgência e emergência: ocorrência e tipos

Paula Krempser; Cristina Arreguy-Sena; Ana Paula Sobral Barbosa

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013;17(1): 24-30

Resumo Download

Pesquisa tipo convergente assistencial. Objetivou-se calcular a ocorrência e documentar as evidências clínicas de trauma vascular em punções periféricas de adultos e idosos em um serviço de urgência e emergência de Minas Gerais, Brasil. Foram considerados como critérios de inclusão: o primeiro demítrio puncionado e a realização de avaliações clínicas em intervalos inferiores a 24 horas. As evidências de trauma foram registradas por fotografias. Amostra de seleção completa. Dos 200 sítios avaliados, houve 110 casos de trauma vascular com 288 manifestações de: dor, alteração da coloração da pele, diminuição da capacidade funcional local, edema, enduração, solução de continuidade, pustulação e hipo ou hipertermia local. As fotografias documentaram cada tipo de manifestação passível de registro visual. Tal investigação possibilitou reafirmar características definidoras para o diagnóstico de enfermagem "Trauma vascular periférico" em um serviço de Urgência/Emergência.

Palavras-chave: Enfermagem. Vasos sanguíneos. Diagnóstico de enfermagem. Vulnerabilidade.

 

5  - Fatores associados à intoxicação infantil

Érika Okuda Tavares; Aline Aparecida Buriola; Jessica Adrielle Teixeira Santos; Tanimária da Silva Lira Ballani; Magda Lúcia Félix de Oliveira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013;17(1): 31-37

Resumo Download

Objetivou-se analisar os fatores associados à intoxicação em crianças, a partir de casos registrados no Centro de Controle de Intoxicações do Hospital Universitário Regional de Maringá. Estudo exploratório descritivo, com busca retrospectiva em registros de intoxicação em crianças atendidas em 2008. Os resultados evidenciaram como fatores associados à intoxicação infantil o sexo masculino e a faixa etária entre zero e quatro anos; como fator predisponente, a residência, em que presença do adulto no momento do acidente não impediu a ocorrência da intoxicação; e entre os fatores desencadeantes o acesso facilitado a medicamentos e a via de exposição oral. Considerando a intoxicação infantil um agravo evitável, o foco está na prevenção, com orientações sobre acondicionamento de agentes tóxicos, vigilância das famílias com conscientização dos riscos do ambiente doméstico, bem como apoio estatal, com implantação de embalagem de proteção à criança, com tampa inviolável e disponibilização de doses fracionadas para extinguir as "farmácias caseiras".

Palavras-chave: Intoxicação. Saúde da criança. Prevenção de acidentes.

 

6  - Óbitos perinatais investigados e falhas na assistência hospitalar ao parto

Eunice Francisca Martins; Edna Maria Rezende; Francisco Carlos Félix Lana; Kleyde Ventura de Souza

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013;17(1): 38-45

Resumo Download

Objetivou-se analisar as falhas na assistência hospitalar ao parto, o perfil materno e as características do feto e do recém-nascido que evoluíram para óbito perinatal, em Belo Horizonte.
MÉTODOS: Estudo transversal, dos óbitos perinatais investigados pelo Comitê de Prevenção de Óbitos de Belo Horizonte, ocorridos entre 2003 e 2007. A fonte dos dados foram as fichas de investigação do Comitê. Os dados foram analisados pela distribuição de frequência das variáveis e análise bivariada utilizando-se o teste de Qui-quadrado de Pearson, considerando o nível de significância de 5% (p<0,05).
RESULTADOS: Foram estudados 253 óbitos, a maioria de nascidos a termo, com peso adequado ao nascer. Em 65,6% dos casos houve falhas na assistência, principalmente relacionadas ao acompanhamento da gestante durante o trabalho de parto e parto.
CONCLUSÕES: Foram identificados um alto percentual de falhas assistenciais no processo do parto e um grande potencial de evitabilidade dos óbitos perinatais.

Palavras-chave: Mortalidade perinatal. Parto. Assistência hospitalar. Sistemas de informação. Enfermagem;

 

7  - Vivências de familiares no processo de nascimento e internação de seus filhos em uti neonatal

Kézia de Oliveira; Marly Veronez; Ieda Harumi Higarashi; Darci Aparecida Martins Corrêa

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013;17(1): 38-45

Resumo Download

A expectativa que envolve o nascimento de um filho está atrelada à ideia de levar um bebê saudável para casa. Contudo, tal desejo, acalentado ao longo de toda gestação, nem sempre se concretiza. Este estudo, de caráter qualitativo-descritivo, teve por objetivo conhecer a vivência de pais que tiveram seu bebê internado na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) desde o nascimento. Participaram do estudo seis mães que tiveram seus filhos internados em um hospital de ensino e foram entrevistadas com o uso de um roteiro semiestruturado. Os dados foram analisados segundo o referencial de Bardin, originando a seguinte temática central: vivência dos pais no processo de hospitalização do filho em UTIN e três subtemáticas: vivenciando sentimentos de separação e abandono; experienciando o medo da perda; identificando dificuldades e encontrando fontes de apoio. O estudo evidenciou a importância de envolver a família no processo assistencial como fator precursor da qualidade da atenção humanizada.

Palavras-chave: Enfermagem. Unidades de terapia intensiva neonatal. Recém-nascido. Hospitalização. Família.

 

8  - Possível impacto da "lei seca" nos atendimentos a vítimas de acidentes de trânsito em uma unidade de emergência

Ana Paula Pereira de Oliveira; Ângela Maria Mendes Abreu; Louise Anne Reis da Paixão; Vanessa Silveira Faria

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013;17(1): 54-59

Resumo Download

Estudo quantitativo descritivo, cujos objetivos foram: determinar o número de indivíduos vítimas de acidentes de trânsito atendidos em um setor de emergência de um hospital municipal do Rio de Janeiro antes e depois da implementação da "Lei Seca" e identificar o perfil dessa população e as características dos acidentes de trânsito, estimando sua prevalência antes e após a vigência da "Lei Seca". Foram analisados 1.531 prontuários relativos aos acidentes de trânsito ocorridos no ano de 2007 e 2009. Houve prevalência de adultos jovens do sexo masculino, vítimas em sua maioria de atropelamento e acidentes envolvendo motos nos dois períodos estudados. Sobre o impacto da "Lei Seca" não foi observada grande redução no número de vítimas de acidentes de trânsito no período de estudo. Contudo, salienta-se sobre a importância da Lei em caráter permanente, pois esta é uma forte ferramenta para a prevenção de acidentes de trânsito no país.

Palavras-chave: Morbidade. Acidentes de trânsito. Emergências.

 

9  - Estilos de pensamento em educação em enfermagem: a produção científica de três regiões do Brasil

Mariana Cabral Schveitzer; Vânia Marli Schubert Backes; Luiz Roberto Agea Cutolo; Ligia de Oliveira Viana

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013;17(1): 60-67

Resumo Download

Este estudo objetivou identificar os Estilos de Pensamento dos Grupos de Pesquisa em Educação em Enfermagem de três regiões do Brasil.
MÉTODO: Pesquisa do tipo descritiva, exploratório-analítica, em base documental, de natureza qualitativa.
RESULTADOS: A Região Norte demonstrou um Estilo Libertador, caracterizado por uma postura pedagógica libertadora e dialógica. A Região Centro-Oeste apresentou um Estilo Tecnicista-Libertador, caracterizado por uma postura pedagógica intermediária, que mostra exceções à postura pedagógica tecnicista e a crescente valorização da postura pedagógica crítica. Na Região Nordeste, apareceu o Estilo Tecnicista-Libertador-Efetivo, caracterizado por discutir a implantação das Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de Enfermagem nos Projetos Políticos Pedagógicos das Instituições de Ensino.
CONCLUSÃO: Os Estilos identificados estão em constante movimento, porém, nesse momento, identificar a pedagogia libertadora e a sua efetivação a partir das Diretrizes Curriculares é essencial para o desenvolvimento da Educação em Enfermagem e o seu reconhecimento.

Palavras-chave: Enfermagem. Educação em Enfermagem. Grupos de pesquisa.

 

10  - A percepção de estudantes da primeira série de um curso de graduação em enfermagem acerca da pesquisa

Diéssica Roggia Piexak; Jamila Geri Tomaschewski Barlem; Rosemary Silva da Silveira; Geani Farias Machado Fernandes; Valéria Lerch Lunardi; Dirce Stein Backes

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013;17(1): 68-72

Resumo Download

Objetivou-se conhecer a percepção de estudantes da primeira série de um curso de graduação em Enfermagem acerca da pesquisa. Trata-se de um estudo qualitativo realizado em uma instituição de ensino superior de rede privada no mês de junho de 2010. Aplicou-se um questionário, composto de pergunta única e aberta, para 30 estudantes da primeira série de um curso de graduação em Enfermagem. A partir da análise de conteúdo, foi possível conhecer a percepção dos estudantes acerca da pesquisa; eles retrataram a importância da pesquisa para formação profissional, a contribuição para a prática baseada em evidências e para a educação permanente, e a maior visibilidade da profissão por meio da produção de conhecimentos consolidados pela pesquisa. Acredita-se que o reconhecimento da importância e da necessidade da pesquisa como prática transversal nos cursos de graduação em Enfermagem poderá contribuir para a formação profissional dos estudantes.

Palavras-chave: Estudantes de Enfermagem. Pesquisa em Enfermagem. Educação em Enfermagem.

 

11  - Mestrado acadêmico em enfermagem: interfaces de sua criação na perspectiva ecossistêmica

Naiana Alves Oliveira; Hedi Crecencia Heckler de Siqueira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013;17(1): 73-81

Resumo Download

Objetivou-se tecer as interfaces do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Stricto sensu, curso de Mestrado Acadêmico, em uma Universidade pública do extremo sul do país, na perspectiva ecossistêmica, a partir da voz dos docentes pioneiros. Trata-se de pesquisa qualitativa histórica construída por meio do método da história oral com os três docentes pioneiros do programa e levantamento documental. Os dados encontrados expressaram a seguinte temática: Criação do curso de pós-graduação stricto sensu - Mestrado Acadêmico. O estudo possibilitou conhecer como ocorreu a criação do curso de pós-graduação stricto sensu - Mestrado Acadêmico, o envolvimento, os significados de ser pioneiro e os desafios enfrentados pelos pioneiros. Conclui-se que o programa contribuiu expressivamente para a produção do conhecimento em enfermagem e saúde, para o seu desenvolvimento e para a qualificação de futuros docentes e pesquisadores, e estimulou e estimula a prática de ações interligadas, conectadas, em sintonia com o saber em Enfermagem.

Palavras-chave: Enfermagem. Educação de pós-graduação em Enfermagem. História. Ecossistema.

 

12  - Aderência de cursos de graduação em enfermagem às diretrizes curriculares nacionais na perspectiva do sistema único de saúde

Josicelia Dumêt Fernandes; Rosana Maria de Oliveira Silva; Giselle Alves Teixeira; Raissa Millena Silva Florencio; Lázaro Souza da Silva; Lyra Cândida Calhau Rebouças

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013;17(1): 82-89

Resumo Download

O estudo objetivou apreender, nas percepções de discentes de cursos de graduação em enfermagem, o registro da coerência didático-pedagógica desses cursos com as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Enfermagem, na perspectiva do Sistema Único de Saúde (SUS). Estudo qualitativo, de caráter exploratório descritivo, que teve como cenário quatro cursos de graduação em enfermagem de uma cidade do nordeste do Brasil. Os sujeitos foram discentes que, por meio de entrevistas, indicaram que a articulação entre as instituições formadoras e o SUS se dá no momento da realização das práticas, assim como no ensino dos princípios e diretrizes do SUS, nos componentes curriculares e, ainda, nas atividades desenvolvidas nos projetos de pesquisa e extensão; outros indicaram, também, que não percebem tal articulação no seu processo formativo. O resultado do estudo revelou a necessidade de fortalecimento do processo de formação do enfermeiro nos cenários de práticas na rede de serviços de saúde.

Palavras-chave: Educação em Enfermagem. Currículo. Sistema Único de Saúde.

 

13  - A sexualidade na formação acadêmica do enfermeiro

Graciela Dutra Sehnem; Lúcia Beatriz Ressel; Carolina Frescura Junges; Fernanda Machado da Silva; Camila Nunes Barreto

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013;17(1): 90-96

Resumo Download

Este estudo teve como objetivo analisar como se dá a construção da sexualidade na formação acadêmica de estudantes de Enfermagem. Foi realizado com 14 estudantes de um curso de graduação em Enfermagem do Rio Grande do Sul. O método caracterizou-se por pesquisa descritiva, com abordagem qualitativa. Os dados foram coletados pela técnica do grupo focal no período de maio a junho de 2009. Para a sua interpretação foi aplicada a análise temática. No que tange à formação acadêmica do enfermeiro em relação à sexualidade, esse assunto tem sido tratado a partir de um caráter de eventualidade e informalidade e abordado sob um enfoque de neutralidade, proibições e assexualização. Recomenda-se que a sexualidade seja tratada como assunto de estudo na Enfermagem e como fenômeno inerente a todo o ser humano.

Palavras-chave: Sexualidade. Estudantes de Enfermagem. Enfermagem.

 

14  - Prazer e sofrimento no exercício gerencial do enfermeiro no contexto hospitalar

José Luís Guedes dos Santos; Adelina Giacomelli Prochnow; Dalva Cezar da Silva; Rosângela Marion da Silva; Joséte Luzia Leite; Alacoque Lorenzini Erdmann

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013;17(1): 97-103

Resumo Download

Este estudo objetivou analisar os fatores de prazer e sofrimento no exercício gerencial do enfermeiro no contexto hospitalar. Trata-se de uma pesquisa exploratório-descritiva com abordagem qualitativa, que utilizou como técnica de coleta a entrevista semiestruturada. Foi realizada em um hospital universitário, e os dados foram analisados mediante análise temática. Os 19 enfermeiros que participaram do estudo revelaram que a gerência é fonte de prazer quando há crescimento pessoal e profissional, reconhecimento dos colegas e satisfação do paciente; e fonte de sofrimento em função das dificuldades de relacionamento com a equipe de trabalho e da sobrecarga de trabalho. Ressalta-se a necessidade de os enfermeiros gerentes compreenderem a dualidade sofrimento e prazer na busca de um trabalho mais construtivo e realizador, por meio de maior articulação da atividade gerencial, com a experiência de vida, além do respaldo institucional e apoio dos colegas de trabalho.

Palavras-chave: Gerência. Supervisão de enfermagem. Serviço hospitalar de enfermagem. Saúde do trabalhador.

 

15  - Rituais patrióticos e religiosos: contribuição à identidade das enfermeiras brasileira e espanhola (1937-1945)

Tânia Cristina Franco Santos; Alexandre Barbosa de Oliveira; Maria da Luz Barbosa Gomes; Maria Angélica de Almeida Peres; Antonio José de Almeida Filho; Fátima Maria da Silva Abrão

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013;17(1): 104-110

Resumo Download

OBJETO: implicações dos rituais patrióticos e religiosos para consagração da identidade das enfermeiras no contexto das ditaduras brasileira e espanhola.
OBJETIVOS: descrever as implicações das ditaduras de Francisco Franco e de Getúlio Vargas nas relações de gênero; analisar a eficácia simbólica dos rituais patrióticos e religiosos para o reconhecimento social das enfermeiras.
METODOLOGIA: as fontes históricas, constituídas de documentos escritos, foram localizadas em arquivos brasileiros e espanhóis. Os achados foram organizados, classificados e analisados de acordo com o método histórico e com o apoio teórico dos estudos de Pierre Bourdieu.
RESULTADOS: a necessidade de enfermeiras, no Brasil e na Espanha, posibilitou o exercício em público de atividades femininas, principalmente em situações de calamidades e de guerras, contribuindo para a visibilidade de um modelo de enfermeira respaldado em aspectos patrióticos e religiosos.

Palavras-chave: Enfermagem. História da Enfermagem. Emblemas e Insígnias.

 

16  - Cuidado de enfermagem a pessoas com hipertensão fundamentado na teoria de parse

Fabíola Vládia Freire da Silva; Lúcia de Fátima da Silva; Maria Vilani Cavalcante Guedes; Thereza Maria Magalhães Moreira; Ana Cleide Silva Rabelo; Keila Maria de Azevedo Ponte

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013;17(1): 111-119

Resumo Download

Este estudo propõe o cuidado de enfermagem, baseado nos princípios de Parse, a pessoas com hipertensão consultadas na Estratégia Saúde da Família. Estudo descritivo, de cunho qualitativo, realizado de março a maio de 2011, com quatorze enfermeiros no município de Itapajé-Ceará. Para coleta das informações utilizou-se a entrevista semiestruturada e, para análise, o discurso dos sujeitos. Emergiram três categorias baseadas nos princípios de Parse: Multidimensão dos significados - o enfermeiro conduz ao relato dos significados; Sincronização de ritmos - o enfermeiro ajuda a identificar harmonia e desarmonia; Mobilização da transcendência - o enfermeiro guia o plano de mudanças. Notou-se aproximação dos discursos ao teorizado por Parse quando citaram buscar um cuidado humanizado, com a participação da família, valorização da autonomia, utilização da educação em saúde, com orientações individuais. Percebeu-se a viabilidade na implementação do cuidado de enfermagem fundamentado na Teoria de Parse a pessoas com hipertensão.

Palavras-chave: Teoria de enfermagem. Cuidados de enfermagem. Hipertensão.

 

17  - Atendimento da população masculina em unidade básica saúde da família: motivos para a (não) procura

Katiucia Letiele Duarte Vieira; Vera Lúcia de Oliveira Gomes; Marta Riegert Borba; César Francisco da Silva Costa

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013;17(1): 120-127

Resumo Download

Estudo exploratório descritivo, que objetivou conhecer os motivos que levam homens a procurar atendimento de saúde e compreender os motivos que os afastam de uma Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) no sul do Brasil. Pela análise dos prontuários, identificaram-se 175 atendimentos a homens entre 25 e 59 anos em 2010. Problemas agudos acometeram 93 (52,2%) usuários, a dor desencadeou 42 (23,6%) dos problemas crônicos, hipertensão arterial acometeu 37 (21,4%) clientes. Com entrevistas apreenderam-se os motivos de afastamento daquela UBSF. Sentiam-se saudáveis, por isso frequentavam pouco o serviço de saúde, ficando dez anos ou mais sem procurá-lo. Além de questões de gênero, alegaram incompatibilidade de horário, medo de detectarem doença grave, número insuficiente de fichas e falta de especialistas. Para atender às peculiaridades da população masculina, é necessário que os profissionais de saúde se capacitem, problematizem a realidade de cada UBSF e, juntamente com os gestores, vislumbrem e operacionalizem estratégias inclusivas de atendimento.

Palavras-chave: Enfermagem. Saúde do homem. Políticas públicas de saúde. Identidade de gênero.

 

18  - Exaustão emocional em enfermeiros de um hospital público

Marina Pereira Rissardo; Renata Cristina Gasparino

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013;17(1): 128-132

Resumo Download

O presente estudo teve como objetivo identificar o nível de burnout nos enfermeiros de um hospital público do interior do estado de São Paulo. A pesquisa descritiva e transversal foi realizada com 69 enfermeiros de diferentes setores do hospital. Foram utilizados uma ficha para caracterização da amostra e o Inventário de burnout de Maslach (IBM). A maioria da amostra era do sexo feminino, solteira, com pós-graduação, sem nenhum outro vínculo empregatício e lotada nas unidades de clínica médica/cirúrgica. As médias encontradas para as subescalas do intrumento foram: 21,4 para exautão emocional; 9,3 para despersonalização; e 31,3 para diminuição da realização pessoal,revelando um nível moderado da síndrome de burnout. Destaca-se a importância de se avaliar a prevalência da síndrome entre os diferentes profissionais, pois o seu desenvolvimento pode acarretar resultados negativos para os profissionais, pacientes e instituições.

Palavras-chave: Esgotamento profissional. Enfermagem. Ambiente de instituições de saúde.

 

19  - A construção da integralidade no trabalho cotidiano da equipe saúde da família

Selma Maria da Fonseca Viegas; Cláudia Maria de Mattos Penna

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013;17(1): 133-141

Resumo Download

Trata-se do recorte de uma tese de doutorado de abordagem qualitativa, delineada pela estratégia de pesquisa Estudo de Casos Múltiplos Holísticos, com objetivo de compreender a construção das práticas de integralidade em saúde no trabalho cotidiano das equipes de Saúde da Família e de gestores de três municípios do Vale do Jequitinhonha-MG. Foram entrevistados 48 trabalhadores das equipes Saúde da Família e de apoio, além dos secretários municipais. Apresenta-se uma das categorias de análise que mostra a importância dada ao trabalho em equipe multiprofissional e o reconhecimento da necessidade do trabalho do outro, isto é, a complementaridade e a interdependência das ações para prestar uma assistência integral e resolutiva. Algumas equipes apresentaram ações interdisciplinares com uso das diferentes habilidades na identificação e resolução dos problemas. Outras convivem com ações individualizadas, mas referem a necessidade de responsabilidade compartilhada nas ações e decisões da equipe para alcançar a integralidade em saúde.

Palavras-chave: Assistência integral à saúde. Programa Saúde da Família. Trabalho. Pessoal de saúde.

 

20  - Biossegurança: conhecimento e adesão pelos profissionais do corpo de bombeiros militar de Minas

Adriana Cristina de Oliveira; Bruno César Amorim Machado; Camila Sarmento Gama; Juliana Ladeira Garbaccio; Quésia Souza Damasceno

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013;17(1): 142-152

Resumo Download

Objetivou-se identificar o conhecimento e a adesão às recomendações de biossegurança entre profissionais do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais de um município da Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais. Realizou-se um estudo transversal de abordagem quantitativa. Na coleta de dados foi utilizado um questionário estruturado composto de questões sobre conhecimento e atitudes relativos à biossegurança, fatores dificultadores ao uso de equipamentos de proteção individual e ocorrência de acidentes com material biológico. O conhecimento sobre a higienização das mãos foi verificado em 84,8% dos profissionais; 69,7% desconheciam a ação do álcool a 70%. O capote foi o equipamento de proteção individual mais difícil de ser utilizado. Os militares não sofreram acidente com material biológico, dado semelhante aos demais da literatura. Pretende-se provocar a reflexão dos profissionais da área e instituições responsáveis quanto à reavaliação da proposta relacionada à formação desses trabalhadores em biossegurança e saúde ocupacional.

Palavras-chave: Exposição a agentes biológicos. Assistência pré-hospitalar. Precauções universais. Riscos ocupacionais.

 

21  - A ocorrência da tuberculose em um distrito administrativo do município de São Paulo

Paula Hino; Renata Ferreira Takahashi; Maria Rita Bertolozzi; Emiko Yoshikawa Egry

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013;17(1): 153-159

Resumo Download

O objetivo do estudo foi caracterizar a situação clínica e epidemiológica dos casos de tuberculose no distrito administrativo do Capão Redondo, Município de São Paulo, para o período de 2000 a 2009. Tratou-se de uma série histórica que utilizou dados secundários do Tbweb. Foram realizadas análises descritivas das variáveis: ano da notificação, sexo, faixa etária, escolaridade, tipo de caso, forma clínica, sorologia para o HIV, tipo de supervisão e desfecho do caso. Observou-se predomínio no sexo masculino, adultos jovens, caso novo e forma pulmonar, sendo que 10% dos casos estavam infectados pelo HIV. A interpretação dos resultados apresentados evidenciou que as metas propostas para o controle da tuberculose ainda não foram alcançadas no que se refere à cura e ao abandono do tratamento. No entanto, observaram-se esforços dos serviços de saúde no controle da doença por meio do aumento da cobertura do tratamento supervisionado.

Palavras-chave: Tuberculose. Epidemiologia. Saúde pública

 

22  - Mudanças das rotinas familiares na transição inesperada por desastre natural

Gisele Cristina Manfrini Fernandes; Astrid Eggert Boehs

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013;17(1): 160-167

Resumo Download

Desastres naturais são eventos disruptivos às rotinas e rituais familiares e promovem mudanças significativas na vida e na saúde. O objetivo deste artigo foi discutir as rotinas diárias ao longo das trajetórias na transição familiar pela ocorrência de um desastre natural ocorrido em uma área rural. Trata-se de um estudo qualitativo de múltiplos casos, realizado com seis famílias com crianças. Os dados foram coletados em 2010, com técnicas de observação participante, entrevista narrativa, genograma, ecomapa e o calendário de rotinas familiares. Foi feita a análise das narrativas, e os resultados revelaram a mudança nas rotinas e rituais nas trajetórias entre o pré, o pós-desastre e atualidade. A transição abrupta gerou reações estressantes, afetando a saúde dos membros. São necessários mais estudos sobre a saúde no pós-desastre que contribuam ao conhecimento, ao ensino e à prática do cuidado de enfermagem, especialmente na estratégia de saúde da família.

Palavras-chave: Enfermagem familiar. Saúde da família. Desastres naturais. Acontecimentos que mudam a vida.

 

REFLEXÃO

23  - Mulher cardiopata com úlcera por pressão: reflexão fenomenológica sobre um modelo de cuidado clínico de conforto

Aurilene Lima da Silva; Lúcia de Fátima da Silva; Ivis Emília de Oliveira Souza; Rui Verlaine Oliveira Moreira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013;17(1): 168-172

Resumo Download

Reflexão sobre a possibilidade de desenvolver um modo de cuidar, na prática clínica de enfermagem, de mulheres cardiopatas acometidas por úlcera por pressão durante a hospitalização, com vistas à promoção de conforto. Assim, objetivou-se desenvolver um modelo de cuidado baseado no método fenomenológico heideggeriano. Compreender este fenômeno motiva o desenvolvimento de ações que promovem o conforto de forma autêntica. Considera-se que o cuidado autêntico de enfermagem a esta clientela ressignifica a prática clínica de enfermagem e favorece a percepção de conforto.

Palavras-chave: Coronariopatia. Úlcera por pressão. Cuidados de conforto. Pesquisa qualitativa.

 

24  - O modelo bioecológico: desvendando contribuições para a práxis da enfermagem diante da violência doméstica

Janete Maria da Silva Batista; Tatiane Herreira Trigueiro; Maria Helena Lenardt; Verônica de Azevedo Mazza; Liliana Maria Labronici

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013;17(1): 173-178

Resumo Download

Trata-se de um artigo de reflexão que teve o objetivo de discutir sobre os elementos do Modelo Bioecológico do Desenvolvimento Humano de Bronfenbrenner com a expectativa de encontrar contribuições para o conhecimento de enfermagem e sua práxis na interface com a violência doméstica. Compreender a complexidade do ser humano na perspectiva bioecológica possibilita o desenvolvimento de uma práxis transformadora no contexto da atuação da enfermeira diante da demanda de cuidados à pessoa que vivencia este tipo de violência. Considera-se que esta teoria sobre o desenvolvimento humano traz em sua estrutura elementos constituintes das inter-relações da pessoa e o ambiente ao seu entorno, como fatores determinantes na formação do indivíduo. Assim, ao se apropriar deste modelo, a enfermagem amplia o seu olhar sobre a multidimensionalidade humana, o que pode refletir no cuidado perante as situações de violência doméstica.

Palavras-chave: Enfermagem em saúde comunitária. Violência doméstica. Desenvolvimento humano.

 

25  - O método da pesquisa convergente assistencial em um estudo com pessoas com doença arterial coronariana

Albertina Bonetti; Denise Guerreiro V. da Silva; Mercedes Trentini

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013;17(1): 179-183

Resumo Download

O objetivo deste relato foi destacar a relevância do método da Pesquisa Convergente Assistencial (PCA). Toma como referência um estudo que objetivou introduzir inovações no cuidado pela construção, implementação e análise de um Programa de Vivências Corporais Lúdicas com pessoas com Doença Arterial Coronariana. A PCA caracteriza-se pela propriedade de se articular com a prática assistencial em saúde. Desta forma, as ações de assistência vão sendo incorporadas no processo de pesquisa e vice-versa. Os resultados mostraram que a PCA configurou-se como um método apropriado para introduzir inovações na prática de saúde. As pessoas foram beneficiadas com uma melhor compreensão de seus próprios problemas e participaram na construção de um viver melhor com sua condição crônica. O estudo também contribuiu para o desenvolvimento do conhecimento teórico referente a formas lúdicas para o cuidado de si e de prevenção de complicações relacionadas à Doença Arterial Coronariana.

Palavras-chave: Pesquisa. Doenças crônicas. Exercício.

 

RELATO DE EXPERIÊNCIA

26  - Vivenciando situações de conflito no contexto da enfermagem: o esquete como estratégia de ensino-aprendizagem

Carla Aparecida Spagnol; Luciana Alves Silveira Monteiro; Camila Leopoldino de Paula; Joana Melillo Bastos; Joana Angélica Grossi Honorato

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013;17(1): 184-189

Resumo Download

Na disciplina optativa: "Análise de situações de conflito vivenciadas pela equipe de enfermagem no contexto das organizações de saúde", do Curso de Graduação da Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Minas Gerais, utilizou-se o esquete como técnica de ensino, a fim de possibilitar uma relação pedagógica prazerosa, a partir de vivências apreendidas na realidade. O objetivo foi analisar a experiência dos alunos que cursaram a disciplina e dramatizaram uma situação real de conflito. Para isso, um grupo entrevistou um enfermeiro de um serviço de saúde, buscando apreender um conflito vivenciado no seu ambiente de trabalho, a fim de dramatizar essa situação. Um outro grupo, após análise, deveria elaborar outro desfecho para a situação. As encenações em relação à temática gestão de conflitos organizacionais permitiram aos alunos colocarem-se na posição do outro e fazerem reflexões mais elaboradas da prática profissional, refletindo sobre suas condutas como futuros enfermeiros.

Palavras-chave: Educação em Enfermagem. Formação de recursos humanos. Conflito (Psicologia).

 

© Copyright 2017 - Escola Anna Nery Revista de Enfermagem - Todos os Direitos Reservados
GN1